Porto Alegre, quarta-feira, 04 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

obituário

Notícia da edição impressa de 04/03/2020. Alterada em 04/03 às 03h00min

Morre o jornalista Celso Pinto, criador do jornal Valor Econômico

Celso Pinto, jornalista de economia e criador do jornal Valor Econômico, morreu na tarde desta terça-feira em São Paulo. Celso foi internado com pneumonia há duas semanas e não resistiu a complicações decorrentes da doença. Ele tinha 67 anos.
Celso Pinto, jornalista de economia e criador do jornal Valor Econômico, morreu na tarde desta terça-feira em São Paulo. Celso foi internado com pneumonia há duas semanas e não resistiu a complicações decorrentes da doença. Ele tinha 67 anos.
Ele foi um dos primeiros jornalistas a apontar os riscos criados pela política de valorização cambial adotada pelo governo Fernando Henrique Cardoso para conter a inflação na década de 1990, abandonada em meio a uma crise no início do segundo mandato do tucano na Presidência.
Em 2000, quando os grupos Folha e Globo se uniram para lançar um jornal especializado em economia, Celso foi chamado para liderar o projeto. O Valor chegou às bancas em maio de 2000 e logo se tornou a publicação referência no setor. Celso foi seu diretor de redação e manteve uma coluna semanal no jornal até 2003.