Porto Alegre, quarta-feira, 04 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

conjuntura internacional

Notícia da edição impressa de 04/03/2020. Alterada em 04/03 às 03h00min

FMI e Banco Mundial adotarão "formato virtual" para encontros

Decisão das instituições é fruto das crescentes preocupações de saúde

Decisão das instituições é fruto das crescentes preocupações de saúde


/ANDREW CABALLERO-REYNOLDS/AFP/JC

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, e o presidente do Banco Mundial, David Malpass, anunciaram, em comunicado nesta terça-feira, que concordaram em implementar um plano conjunto para que os encontros de primavera das entidades ocorram em um "formato virtual". A decisão foi fruto das "crescentes preocupações de saúde" relacionadas ao coronavírus.

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, e o presidente do Banco Mundial, David Malpass, anunciaram, em comunicado nesta terça-feira, que concordaram em implementar um plano conjunto para que os encontros de primavera das entidades ocorram em um "formato virtual". A decisão foi fruto das "crescentes preocupações de saúde" relacionadas ao coronavírus.

Os organismos afirmam, em nota conjunta, que continuam "totalmente comprometidos" com um diálogo produtivo entre seus participantes e que reforçarão as capacidades de conexão virtual para garantir as consultas.

"Também continuaremos a compartilhar as análises do FMI e do Banco Mundial", comentaram as autoridades. "Com esse formato adaptado, estamos confiantes de que nossos países-membros serão capazes de se envolver de modo eficaz em questões prementes da economia global nessas reuniões de primavera."