Porto Alegre, terça-feira, 03 de março de 2020.
Dia do Meteorologista.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR

Infraestrutura

Notícia da edição impressa de 02/03/2020. Alterada em 03/03 às 15h11min

Rodovia que leva à Expodireto, ERS-142 tem obras inauguradas

Recuperação da estrada acontece um dia antes da abertura oficial da feira de tecnologia do agronegócio

Recuperação da estrada acontece um dia antes da abertura oficial da feira de tecnologia do agronegócio


/FELIPE DALLA VALLE/PALÁCIO PIRATINI/JC
Anunciada pelo governador Eduardo Leite na abertura da 20ª Expodireto Cotrijal de 2019, a recuperação de 18 quilômetros da ERS-142, entre Não-Me-Toque e Carazinho, levou cerca de um ano para ficar pronta e irá facilitar o escoamento da safra e o transporte de máquinas agrícolas na região. A inauguração da obra, executada pela gestão estadual em parceria com o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), foi realizada ontem pelo governador.
Durante a inauguração, Leite destacou a agilidade dos órgãos envolvidos na conclusão dos trabalhos. "Estou muito feliz de estar aqui em Não-Me-Toque no momento em que a cidade, a região e o Estado se preparam para mais uma Expodireto, podendo fazer a entrega de algo que a comunidade esperava havia muito tempo. É uma obra de R$ 20 milhões, sendo que 40% desse valor vem de recursos do Tesouro do Estado. Essas obras também trazem segurança viária, portanto, ajudam a economia e a preservação de vidas", disse Leite.
A obra contou com investimento de R$ 20 milhões, custeados com recursos do Banco Mundial e do Tesouro do Estado. Além da renovação do pavimento e da sinalização dos trechos, a ERS-142 ganhou terceiras faixas em sete pontos considerados críticos.
Presente no evento, o secretário estadual de Logística e Transportes, Juvir Costella, destacou que a obra era uma prioridade da secretaria. "Essa estrada representa muito mais do que a ligação asfáltica entre dois municípios, representa as oportunidades que virão. Ela trará crescimento para a região".
Também participaram o presidente da Assembleia Legislativa, Ernani Polo (PP), o prefeito de Carazinho, Milton Schmitz, o prefeito de Não-Me-Toque, Pedro Paulo Falcão da Rosa, e deputados federais e estaduais.
Outra rodovia inaugurada pelo governador neste domingo foi o trevo do Acesso Norte a Cruz Alta, entre os 153,5 km e 154,8 km da ERS 342.
Com 1,3 quilômetro de extensão, a obra custou R$ 7 milhões oriundos de Contribuições de Intervenção de Domínio Econômico (Cide), sendo R$ 4,5 milhões investidos no atual governo. Com a entrega, é atendida uma demanda antiga da comunidade por mais segurança para o trecho, que costumava ser um local de risco, com alto número de acidentes. "Esta entrega é uma conquista da comunidade, que se mobilizou e fez o governo do Estado entender a obra como uma prioridade. Foi feito um investimento robusto que vai servir principalmente para salvar vidas, porque o acesso da maneira como era antes exigia que o cidadão atravessasse a pista de maneira insegura, colocando a si mesmo e aos outros em risco", observou o governador. "É um legado importante que vai ficar para a sociedade de Cruz Alta e de toda a região", destacou.
O diretor-geral do Daer, Luciano Faustino, explicou que as principais mudanças foram a implantação de retornos no trecho, com separação dos fluxos opostos. "Além disso, o trânsito local foi direcionado através de faixas de aceleração e desaceleração para garantir um retorno seguro aos usuários deste ponto da estrada", disse.
A obra também representa uma melhoria para a logística agrícola da região, já que o trecho é um corredor vital para o escoamento da produção de grãos das regiões Noroeste e Missões até o porto do Rio Grande via BR-158.
Segundo o secretário Costella, a obra foi projetada de forma a atender as necessidades de uma futura ampliação na rodovia. "Esse trecho era um sonho da comunidade e hoje é uma realidade, além de trazer consigo uma antecipação, porque há um estudo de viabilização de terceiras faixas e de duplicação da ERS-342 entre Ijuí e Cruz Alta e não será necessário mexer mais nesta interseção em um futuro breve", explicou.
Segundo o secretário de Logística e Transportes, o trevo foi projetado de forma a ser incorporado a uma futura ampliação da capacidade da rodovia.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

EXPEDIENTE

2020