Porto Alegre, sábado, 26 de setembro de 2020.
Dia Nacional dos Surdos.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 26 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

- Publicada em 03h00min, 21/02/2020.

Confiança do consumidor cai 2,6 pontos em fevereiro

A confiança do consumidor recuou 2,6 pontos em fevereiro ante janeiro, na série com ajuste sazonal, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV). O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) alcançou 87,8 pontos. Em médias móveis trimestrais, o índice caiu 0,6 ponto.

A confiança do consumidor recuou 2,6 pontos em fevereiro ante janeiro, na série com ajuste sazonal, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV). O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) alcançou 87,8 pontos. Em médias móveis trimestrais, o índice caiu 0,6 ponto.

"A perda de confiança pelo segundo mês consecutivo decorre de piora nas expectativas para os próximos meses. Apesar da reversão da piora na percepção sobre a situação no momento ocorrida no mês passado, há ainda um longo caminho de recuperação", avaliou Viviane Seda Bittencourt, coordenadora das Sondagens do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), em nota oficial.

O Índice de Situação Atual (ISA) aumentou 2,2 pontos em fevereiro, para 80,9 pontos, o maior nível desde janeiro de 2015 (81,6 pontos). Já o Índice de Expectativas (IE) caiu 5,7 pontos, o segundo mês consecutivo de perdas, retornando ao mesmo patamar de julho de 2018, de 93,2 pontos. O componente que mede a intenção de compras de bens duráveis nos próximos meses despencou 12,0 pontos em fevereiro, para 64,3 pontos, o menor nível desde dezembro de 2016, acumulando uma perda de 17,4 pontos nos últimos dois meses. O componente que mede as perspectivas sobre as finanças familiares piorou pelo segundo mês consecutivo, com queda de 1,7 ponto em fevereiro, para 99,2 pontos.

Comentários CORRIGIR TEXTO