Porto Alegre, quarta-feira, 22 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 22 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

construção civil

- Publicada em 11h35min, 07/02/2020. Atualizada em 11h35min, 07/02/2020.

Custo da construção civil sobe 0,30% em janeiro, diz IBGE

A mão de obra, no entanto, teve queda de preços de 0,06% no mês

A mão de obra, no entanto, teve queda de preços de 0,06% no mês


MARCELO G. RIBEIRO/arquivo/JC
Agência Brasil
O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) teve inflação de 0,30% em janeiro deste ano, acima do 0,22% em dezembro de 2019. Em 12 meses, o custo acumula alta de preços de 3,91%, abaixo da taxa acumulada nos doze meses anteriores (4,03%).
O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) teve inflação de 0,30% em janeiro deste ano, acima do 0,22% em dezembro de 2019. Em 12 meses, o custo acumula alta de preços de 3,91%, abaixo da taxa acumulada nos doze meses anteriores (4,03%).
Com o aumento de preços, o custo da construção subiu para R$ 1.162,24 por metro quadrado.
Os materiais de construção tiveram alta de preços de 0,62% em janeiro, passando a custar R$ 609,39 por metro quadrado. A mão de obra, por outro lado, teve deflação (queda de preços) de 0,06% no mês, passando a ter o custo de R$ 552,85 por metro quadrado.
Comentários CORRIGIR TEXTO