Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 23 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Combustíveis

Alterada em 23/01 às 21h13min

Petrobras inicia fase não vinculante para venda da BSBios

A Petrobras informa que teve início a fase não vinculante referente à venda da totalidade de ações da BSBios Indústria e Comércio de Biodiesel Sul Brasil (BSBios) pela sua subsidiária integral Petrobras Biocombustíveis S.A. (Pbio).
A Petrobras informa que teve início a fase não vinculante referente à venda da totalidade de ações da BSBios Indústria e Comércio de Biodiesel Sul Brasil (BSBios) pela sua subsidiária integral Petrobras Biocombustíveis S.A. (Pbio).
Segundo a estatal, os potenciais compradores habilitados para essa fase receberão um memorando descritivo contendo informações mais detalhadas sobre a companhia em questão, além de instruções sobre o processo de desinvestimento, incluindo as orientações para elaboração e envio das propostas não vinculantes.
A Petrobras lembra que a divulgação está de acordo com as diretrizes para desinvestimentos da empresa e da PBio e com o regime especial de desinvestimento de ativos pelas sociedades de economia mista federais, previsto no Decreto 9.188/2017.
"Essa operação está alinhada à otimização do portfólio e à melhora de alocação do capital da Petrobras, visando à maximização de valor para os seus acionistas", diz a estatal.
A PBio detém 50% de participação na BSBios e realizará a venda em conjunto com a sua sócia, a RP Biocombustíveis, que detém os 50% restantes, através de processo competitivo conduzido exclusivamente pela Pbio.
Estadão Conteúdo
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia