Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 20 de janeiro de 2020.
Dia de São Sebastião (feriado na cidade do Rio de Janeiro).

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

20/01/2020 - 16h24min. Alterada em 20/01 às 17h08min

Danos na produção aumentam e 74 municípios registram emergência

Segundo a Defesa Civil, número de cidades no Sistema Integrado de Informações sobre Desastres chega a 15

Segundo a Defesa Civil, número de cidades no Sistema Integrado de Informações sobre Desastres chega a 15


SAUL LOEB/AFP/JC
O temporal que deixou o Rio Grande do Sul sem energia na última quarta-feira (15) e danificou estruturas no Estado não chegou a trazer alívio aos municípios que há mais de duas semanas sofrem com a estiagem. Segundo o mais recente boletim divulgado pela Defesa Civil nesta segunda-feira (20), já são 74 locais em situação de emergência no Estado. O número de cidades registradas no Sistema Integrado de Informações sobre Desastres para obterem reconhecimento de situação de emergência também aumentou, chegando a 15.
O temporal que deixou o Rio Grande do Sul sem energia na última quarta-feira (15) e danificou estruturas no Estado não chegou a trazer alívio aos municípios que há mais de duas semanas sofrem com a estiagem. Segundo o mais recente boletim divulgado pela Defesa Civil nesta segunda-feira (20), já são 74 locais em situação de emergência no Estado. O número de cidades registradas no Sistema Integrado de Informações sobre Desastres para obterem reconhecimento de situação de emergência também aumentou, chegando a 15.
No final da semana passada, ao apresentar o relatório sobre o alcance e os efeitos da estiagem no Estado, o secretário em exercício da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural Luiz Fernando Rodriguez Junior estimou que os números em perdas totais deverão ficar em menos de 10%, após as chuvas registradas. Além dos cultivos de soja, milho e uva, na região da Serra, a produção de cítricos, típicas do inverno, também enfrentam perdas. Em São José do Sul, no Vale do Caí, por exemplo, agricultores calculam que a quebra da safra fique entre 25% e 50%.
Para esta semana, a previsão é de chuva para o interior do Rio Grande do Sul. Em comunicado nesta segunda-feira, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) fez alerta amarelo, indicado para condições meteorológicas “favoráveis à ocorrência de chuvas de intensidade moderada a forte, possibilidade de queda de granizo, acompanhadas de trovoadas e rajadas de vento de até 70km/h” nas regiões da Campanha, Missões e na Depressão Central do Rio Grande do Sul. Para terça-feira (21), estima-se chuvas nas regiões Sul, Oeste, Centro e Norte do Estado. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia