Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 14 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

14/01/2020 - 15h46min. Alterada em 14/01 às 16h54min

Mais de 40 municípios já decretaram situação de emergência

Segundo a Secretaria da Agricultura, esta é a maior estiagem a atingir o Estado nos últimos tempos

Segundo a Secretaria da Agricultura, esta é a maior estiagem a atingir o Estado nos últimos tempos


Prefeitura de Vale Verde/Divulgação/JC
Vitor Laitano
Os municípios de Estrela Velha e Nova Palma, na região central do Rio Grande do Sul, e Santa Tereza, na Serra, foram os últimos locais a decretar situação de emergência devido à estiagem, segundo nota da Defesa Civil divulgada no começo da tarde desta terça-feira (14). Ao total, 42 cidades já decretaram a situação no Estado. Outros 12 municípios estão registrados no Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID) do órgão para também obter reconhecimento da emergência.
Os municípios de Estrela Velha e Nova Palma, na região central do Rio Grande do Sul, e Santa Tereza, na Serra, foram os últimos locais a decretar situação de emergência devido à estiagem, segundo nota da Defesa Civil divulgada no começo da tarde desta terça-feira (14). Ao total, 42 cidades já decretaram a situação no Estado. Outros 12 municípios estão registrados no Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID) do órgão para também obter reconhecimento da emergência.
O 4º levantamento do ciclo 2019/2020 da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) apontou que o Estado não alcançará todo seu potencial produtivo em culturas como soja e milho. Na Serra, região produtora de uvas, as previsões apontam uma perda de 25% a 35% da produção - o que pode chegar a 40% se a estiagem continuar.
Uma reunião, na segunda-feira (13), na sede da Federação de Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), junto à Emater-RS e Federação da Agricultura do Estado (Farsul) resultou uma lista de 10 pontos para reduzir o impacto econômico. A lista será entregue nesta terça-feira (14) ao governador Eduardo Leite e, depois, ao governo federal.
A Defesa Civil já levou reservatórios de água móveis à população para amenizar os efeitos da falta de chuva. Ainda assim, segundo a Secretaria da Agricultura, esta é a maior estiagem a atingir o Estado nos últimos tempos.

Municípios que já decretaram situação de emergência

 
  1. Chuvisca
  2. Barão do Triunfo
     
  3. Sertão Santana
  4. Cerro Grande do Sul
  5. Camaquã
  6. Mato Leitão
  7. Mariana Pimentel
  8. Encruzilhada do Sul
  9. Pantano Grande
  10. Amaral Ferrador S
  11. Sinimbu
  12. Venâncio Aires
  13. Cerro Branco
  14. Cristal
  15. Passo do Sobrado
  16. Ponte Preta
  17. São Jerônimo
  18. Progresso
  19. Dom Feliciano
  20. Boqueirão do Leão
  21. Santa Cruz do Sul
  22. Vale do Sol
  23. Vale Verde
  24. Sobradinho
  25. Agudo
  26. São Gabriel
  27. Canguçu
  28. Lagoão
  29. São Lourenço do Sul
  30. Segredo
  31. Rio Pardo
  32. Arroio do Meio
  33. Cachoeira do Sul
  34. Candelária
  35. Gramado Xavier
  36. Herveiras
  37. Itatiba do Sul
  38. Paraí
  39. Muitos Capões
  40. Estrela Velha
  41. Nova Palma
  42. Santa Tereza
     
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia