Porto Alegre, quinta-feira, 23 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 23 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Logística

- Publicada em 02h04min, 14/01/2020. Atualizada em 03h00min, 14/01/2020.

Navegação entre Tecon e Terminal Santa Clara registra recorde

Contesc completou três anos de reativação do transporte no rio Jacuí

Contesc completou três anos de reativação do transporte no rio Jacuí


/Contesc/Divulgação/JC
A movimentação de cargas por navegação interior entre Tecon Rio Grande e Contesc (Terminal de Santa Clara), no Rio Grande do Sul, alcançou 2.466 contêineres cheios em dezembro, o maior número registrado desde o início da operação, em outubro de 2016. As principais cargas transportadas foram resinas, madeira e borrachas. "O transporte fluvial vem atraindo muitas empresas da região, por conta das inúmeras vantagens que oferece, como maior eficiência de custos logísticos, redução dos riscos de acidentes e avarias nas cargas, além de menor emissão de gases do efeito estufa", avalia o diretor-presidente do Tecon Rio Grande, Paulo Bertinetti.
A movimentação de cargas por navegação interior entre Tecon Rio Grande e Contesc (Terminal de Santa Clara), no Rio Grande do Sul, alcançou 2.466 contêineres cheios em dezembro, o maior número registrado desde o início da operação, em outubro de 2016. As principais cargas transportadas foram resinas, madeira e borrachas. "O transporte fluvial vem atraindo muitas empresas da região, por conta das inúmeras vantagens que oferece, como maior eficiência de custos logísticos, redução dos riscos de acidentes e avarias nas cargas, além de menor emissão de gases do efeito estufa", avalia o diretor-presidente do Tecon Rio Grande, Paulo Bertinetti.
A maior parte da carga transportada em dezembro foi destinada à exportação e teve como origem as cidades de Triunfo, Taquari e Garibaldi. O Tecon Rio Grande e o Contesc operam integrados e, hoje, duas embarcações realizam quatro viagens semanais entre os dois terminais. A média mensal de movimentação de TEU cheios pelo modal fluvial foi de aproximadamente 2.000 unidades no ano passado.
Em 2019, o Contesc completou três anos da reativação do transporte de cargas pelo Rio Jacuí. Desde o início das operações, já movimentou mais de 100 mil TEU (unidade correspondente a um contêiner de 20 pés). Entre os serviços disponibilizados pelo terminal está a possibilidade de estufar e desovar produtos no armazém, além da estocagem de carga, que pode ser distribuída fracionada ou completa nos seus destinos.
Com mais de 20 anos, o Tecon Rio Grande é um dos mais importantes terminais de contêineres da América Latina. Opera as principais linhas de navegação que escalam o país e atende a cerca de três mil importadores e exportadores, tendo se tornado fundamental para o desenvolvimento econômico do estado do Rio Grande do Sul.
Comentários CORRIGIR TEXTO