Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 20 de dezembro de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Edição impressa de 20/12/2019. Alterada em 20/12 às 03h00min

Plantio da soja chega a 94% da área prevista no Rio Grande do Sul

O plantio da soja no Rio Grande do Sul alcançou, nesta semana, 94% do total da área, que é de 5.978.967 hectares para esta safra 2019/2020. De acordo com o Informativo Conjuntural, divulgado nesta quinta-feira (19) pela Emater/RS-Ascar, em convênio com a Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), a cultura apresenta 97% das áreas na fase de desenvolvimento vegetativo e 3% em floração.
O plantio da soja no Rio Grande do Sul alcançou, nesta semana, 94% do total da área, que é de 5.978.967 hectares para esta safra 2019/2020. De acordo com o Informativo Conjuntural, divulgado nesta quinta-feira (19) pela Emater/RS-Ascar, em convênio com a Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), a cultura apresenta 97% das áreas na fase de desenvolvimento vegetativo e 3% em floração.
Na região Norte, que corresponde a um terço das áreas com soja, as lavouras apresentam bom desenvolvimento, com algumas áreas com restrição do crescimento devido à baixa umidade no solo. As altas temperaturas têm provocando lesões de escaldadura nas plântulas recém-germinadas e o consequente tombamento fisiológico, reduzindo o estande da cultura. Tem sido observada reduzida incidência de pragas.
Os produtores seguem realizando o controle de plantas invasoras e, devido às condições do tempo não adequadas, iniciam lentamente os tratamentos fúngicos. Na região de Erechim, a semeadura da soja foi concluída e as lavouras estão 100% na fase de germinação e desenvolvimento vegetativo, apresentando bom aspecto.
No milho, a implantação da cultura alcançou 92% da área de 777.442 hectares da intenção de plantio no Estado para esta safra. Das lavouras implantadas, 32% estão na fase de desenvolvimento vegetativo, 20% em floração, 42% em enchimento de grãos e 6% em maturação. Na Regional de Santa Rosa, 2% das lavouras já foram colhidas. No geral, elas apresentam bom desenvolvimento, boa aparência e baixo índice de ataque de pragas e de incidência de doenças.
O milho silagem na Regional da Emater/RS-Ascar de Frederico Westphalen apresenta 10% das lavouras na fase de floração, 30% em enchimento de grãos, 20% em maturação e 40% já foram colhidos. Em geral, as lavouras seguem apresentando bom desenvolvimento e estado fitossanitário.
Já na região de Pelotas, as lavouras paralisaram o desenvolvimento devido ao efeito das condições de tempo seco, intensa insolação e temperaturas elevadas (36°C), evidenciando murchamento das plantas nas horas mais quentes do dia. As chuvas ocorridas no final de semana possibilitaram o início da recuperação da cultura e também a retomada do preparo de áreas e novos plantios. O milho silagem na lavoura está cotado em R$ 0,17/kg - comprador tem que colher e transportar.
A cultura do arroz no RS alcançou 99% de implantação da área de 944.549 hectares estimada para esta safra. O tempo favorável em todas as regiões permitiu avanços no preparo do solo e nos plantios. Das lavouras implantadas, 98% estão na fase de desenvolvimento vegetativo e 2% já estão em floração.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia