Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 12 de dezembro de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Tributos

12/12/2019 - 08h55min. Alterada em 12/12 às 12h52min

Pagamento do IPVA com desconto começa dia 17 de dezembro

Expectativa da Secretaria da Fazenda é arrecadar R$ 3,1 bilhões com o IPVA 2020

Expectativa da Secretaria da Fazenda é arrecadar R$ 3,1 bilhões com o IPVA 2020


JOÃO MATTOS/ARQUIVO/JC
O governo do Estado divulgou nesta quinta-feira (12) o calendário de pagamento do IPVA 2020 (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) com desconto, que estará disponível a partir de 17 de dezembro. Os contribuintes que optarem pela quitação antecipada têm como data limite o dia 30 deste mês e os descontos poderão alcançar até 24,92% sobre o valor do imposto.
O governo do Estado divulgou nesta quinta-feira (12) o calendário de pagamento do IPVA 2020 (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) com desconto, que estará disponível a partir de 17 de dezembro. Os contribuintes que optarem pela quitação antecipada têm como data limite o dia 30 deste mês e os descontos poderão alcançar até 24,92% sobre o valor do imposto.
Neste período, o motorista terá redução de 3% no total do tributo e poderá se valer ainda do valor da Unidade de Padrão Fiscal (UPF-RS) nos patamares de 2019. Na virada do ano, há atualização do valor, estimada em 3,35%.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
No dia 4 de novembro, o governador Eduardo Leite anunciou o fim do pagamento parcelado do imposto, o que gerou críticas de deputados, população e empresários do varejo, mas acabou recuando da decisão em menos de 24 horas.
Quem não fizer a quitação antecipada também pode ter descontos no parcelamento do imposto. Para isso, o proprietário do veículo precisa pagar a primeira parcela até 31 de janeiro. As próximas duas serão em fevereiro, até o dia 28, e março, até o dia 31. Os descontos são de 3% para a primeira parcela, 2% para a segunda e 1% para a terceira.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/12/12/206x137/1_11143858_1779438_gdo-8929285.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5df229741b4c7', 'cd_midia':8929285, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/12/12/11143858_1779438_gdo-8929285.jpg', 'ds_midia': 'Calendário pagamento IPVA', 'ds_midia_credi': 'Governo do Estado/Divulgação/JC', 'ds_midia_titlo': 'Calendário pagamento IPVA', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '450', 'align': 'Left'}
Outra opção é pagar a totalidade do imposto até a data de vencimento por placas no mês de abril, porém sem descontos.
Para o calendário do próximo ano, o IPVA terá redução média de 2,4% para os mais de 3,7 milhões de veículos que pagam o tributo. A expectativa da Secretaria da Fazenda é arrecadar R$ 3,1 bilhões com o IPVA 2020, valor que, após as devidas destinações constitucionais, é repartido automaticamente: 50% para o Estado e 50% para o município do licenciamento do veículo. Pelas estimativas da Receita Estadual, o período de pagamento antecipado deve representar arrecadação bruta de cerca de R$ 850 milhões.
Para obter o desconto máximo do IPVA, o contribuinte precisa levar em conta também as vantagens do Bom Motorista e do Bom Cidadão. Os condutores que não receberam multas nos últimos três anos terão dedução de 15% no valor do tributo. Para quem não foi multado há dois anos, o índice é de 10%, e para quem ficou um ano sem infrações, o abatimento é de 5%.
O desconto do Bom Cidadão, por sua vez, dará aos proprietários de veículos inscritos no programa Nota Fiscal Gaúcha desconto de 5% para os que acumularam no mínimo 150 notas fiscais com CPF, 3% para os que tiveram entre 100 e 149 notas e 1% para quem acumulou entre 51 e 99 notas.
Ambos os descontos podem ser acumulados e são válidos apenas para pagamentos de IPVA antecipados ou em dia, ou seja, conforme o calendário de vencimento por placas.
Nos casos em que o veículo estiver em nome de empresas (pessoa jurídica), o desconto máximo para a quitação até o dia 30 de dezembro será de 6,14%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia