Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 02 de dezembro de 2019.
Dia Nacional do Astrônomo. Dia do Samba. Dia Pan-Americano da Saúde.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Urbanismo

Edição impressa de 02/12/2019. Alterada em 02/12 às 03h00min

Missão da CAF vistoria obras em Porto Alegre

Um dos pontos visitados pela equipe foi o trecho 3 da orla do Guaíba

Um dos pontos visitados pela equipe foi o trecho 3 da orla do Guaíba


/Jefferson Bernardes/PMPA/Divulgação/JC
Terminou, na sexta-feira (29), a missão de acompanhamento do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) à prefeitura de Porto Alegre. Desde quinta-feira (28), representantes do órgão de fomento vistoriaram obras em andamento - como o trecho 3 da orla, além de trabalhar no planejamento das ações que deverão ser implementadas no próximo ano, como a revitalização das ruas dos Andradas e Uruguai, e do Quadrilátero Central e as obras de recuperação estrutural de vias. Em reunião, secretários e técnicos das áreas com ações que são financiadas pela CAF também relataram as etapas do trabalho e falaram sobre os projetos para a concessão do trecho 1 e do parque Maurício Sirotsky Sobrinho (Harmonia).
Terminou, na sexta-feira (29), a missão de acompanhamento do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) à prefeitura de Porto Alegre. Desde quinta-feira (28), representantes do órgão de fomento vistoriaram obras em andamento - como o trecho 3 da orla, além de trabalhar no planejamento das ações que deverão ser implementadas no próximo ano, como a revitalização das ruas dos Andradas e Uruguai, e do Quadrilátero Central e as obras de recuperação estrutural de vias. Em reunião, secretários e técnicos das áreas com ações que são financiadas pela CAF também relataram as etapas do trabalho e falaram sobre os projetos para a concessão do trecho 1 e do parque Maurício Sirotsky Sobrinho (Harmonia).
Diego Vettori, executivo da CAGF, destacou, também, o sucesso do trecho 1 da orla, que está concorrendo no Prêmio Nacional de Turismo, na categoria "Aproveitamento do Patrimônio Natural para o Turismo", que visa valorizar o patrimônio natural como atrativo turístico e a modelagem do trecho 2 como finalista no PPP Awards 2019. "Só a indicação ao prêmio já é um indicativo do sucesso do projeto da orla", informou. A secretária de Planejamento e Gestão, Juliana Castro, reforçou a importância da parceria e da carteira de projetos de financiamento, que vem permitindo alavancar novos projetos para Porto Alegre.
Vettori elogiou o avanço de Porto Alegre no que se refere a PPPs e concessões neste período de três anos, com uma carteira de projetos bem estruturada. "Dois deles nos interessam muito, porque estão relacionados às obras da orla. Para o trecho 2, a CAF financiou o trabalho da Unops (Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos) como apoio à modelagem. Em relação ao trecho 1 e ao Parque da Harmonia, ficamos satisfeitos em ver o trabalho, que tem aspectos que envolvem cultura, lazer e tradição, sobretudo", destacou.
Segundo ele, a CAF está disposta a apoiar projetos que desonerem o tesouro público e, ao mesmo tempo, tragam soluções inovadoras do mercado para esse tipo de serviço. "A concessão de parques urbanos é muito recente. Se tem experiências de parques naturais, como em Foz do Iguaçu, mas parque urbano é algo novo. Não basta fazer investimentos, como os da orla. Tem buscar soluções para manter esses empreendimentos em bom estado de conservação, com movimento, programação e atrativos. Esses contratos têm que permitir conservar e manter esses investimentos por muito tempo, em benefício da própria população."
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia