Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 26 de novembro de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Logística

Edição impressa de 26/11/2019. Alterada em 26/11 às 03h00min

Assinado termo para estudo de melhorias no porto do Rio Grande

O governador Eduardo Leite (PSDB) e o superintendente dos Portos do Rio Grande do Sul, Fernando Estima, assinaram, nesta segunda-feira, junto com executivos das multinacionais chilenas CMPC e Ultramar, um termo de cooperação para estudar melhorias operacionais nos embarques de celulose do porto do Rio Grande. O termo foi assinado durante uma reunião-almoço no Palácio Piratini.
O governador Eduardo Leite (PSDB) e o superintendente dos Portos do Rio Grande do Sul, Fernando Estima, assinaram, nesta segunda-feira, junto com executivos das multinacionais chilenas CMPC e Ultramar, um termo de cooperação para estudar melhorias operacionais nos embarques de celulose do porto do Rio Grande. O termo foi assinado durante uma reunião-almoço no Palácio Piratini.
Com a assinatura, o próximo passo vai ser a formação de um grupo de trabalho técnico entre governo e empresas para analisar as operações atuais do porto e o que pode ser aprimorado. De acordo com Estima, os próximos passos serão definidos após a execução do estudo, que vai mostrar quais melhorias serão necessárias.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia