Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 21 de novembro de 2019.
Dia Mundial da Televisão. Dia da Homeopatia e Dia do Homeopata.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Edição impressa de 19/11/2019. Alterada em 19/11 às 03h00min

Tereza Cristina mantém agenda com americanos

Pauta desta terça-feira será a suspensão das compras de carne in natura

Pauta desta terça-feira será a suspensão das compras de carne in natura


/MAPA/DIVULGAÇÃO/JC

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, terá, nesta semana, nos Estados Unidos, reuniões no Banco Mundial, no Instituto Brasil do Wilson Center e no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), além do encontro com o secretário de Agricultura do país, Sonny Perdue.

No Instituto Brasil do Wilson Center (centro internacional de estudos e pesquisas), a ministra vai abordar, nesta terça-feira, o papel do Brasil no desenvolvimento da agricultura sustentável no mundo. Em seguida, a ministra se reúne com representantes da Academia de Liderança para Mulheres do Agronegócio, na Embaixada do Brasil. No mesmo dia, a delegação do Mapa nos Estados Unidos também terá reuniões no BID.

Encerrando a passagem por Washington, Tereza Cristina se reunirá, amanhã, com o secretário Sonny Perdue para tratar da pauta da agropecuária brasileira. Entre os temas do encontro está a suspensão das importações de carne bovina brasileira in natura pelos Estados Unidos. A ministra vai apresentar a Perdue dados sobre a produção de carne bovina brasileira e os avanços do setor nos últimos anos. "Isso é uma coisa técnica. Os Estados Unidos estão pedindo mais informações, e nós vamos dar", afirmou a ministra, na semana passada, ao participar de evento em Londrina (PR), acrescentando que a sua proposta é construir com os Estados Unidos um "canal aberto e franco" para consolidar a parceria entre os dois países no setor agropecuário.

Em Nova Iorque, na quinta-feira, a ministra vai falar sobre as oportunidades de investimento na agricultura sustentável brasileira.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia