Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 18 de novembro de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 18/11 às 08h30min

Bolsas europeias operam mistas, à espera de novidades do diálogo EUA-China

As bolsas europeias operam sem direção única e com variações modestas na manhã desta segunda-feira (18), com investidores mostrando cautela antes de novos desdobramentos das negociações comerciais entre Estados Unidos e China, em um dia sem indicadores ou balanços corporativos relevantes previstos na região.
As bolsas europeias operam sem direção única e com variações modestas na manhã desta segunda-feira (18), com investidores mostrando cautela antes de novos desdobramentos das negociações comerciais entre Estados Unidos e China, em um dia sem indicadores ou balanços corporativos relevantes previstos na região.
No fim de semana, autoridades de alto escalão dos EUA e China tiveram discussões "construtivas", via telefone, sobre a chamada fase 1 de um acordo comercial preliminar, segundo a agência de notícias estatal chinesa Xinhua.
Embora as bolsas asiáticas tenham fechado em alta nesta segunda (18) em meio à expectativa de que americanos e chineses cheguem a um entendimento, os negócios na Europa estão mistos desde o início do pregão.
No Reino Unido, os líderes dos principais partidos, incluindo o primeiro-ministro conservador, Boris Johnson, e o líder do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn, vão falar hoje na Confederação da Indústria Britânica (CBI, pela sigla em inglês), como parte da campanha para a eleição geral de 12 de dezembro.
Às 7h04min (de Brasília), a Bolsa de Londres subia 0,04%, mas a de Frankfurt caía 0,11% e a de Paris recuava 0,24%. Já as de Milão e Madri tinham perdas de 0,25% e 0,09%, respectivamente, enquanto a de Lisboa avançava 0,11%. No câmbio, o euro se fortalecia a US$ 1,1064, de US$ 1,1055 no fim da tarde de sexta-feira, e a libra seguia a mesma direção, cotada a US$ 1,2974, ante US$ 1,2905 na sexta.
Estadão Conteúdo
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia