Porto Alegre, sexta-feira, 24 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 24 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Politica Monetária

- Publicada em 03h18min, 30/10/2019. Atualizada em 03h00min, 30/10/2019.

Copom anuncia hoje nova Selic

Começaram, nesta terça-feira, as reuniões de discussão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC). Nesta quarta-feira, será indicado o novo patamar da Selic (a taxa básica de juros), hoje, em 5,50% ao ano.
Começaram, nesta terça-feira, as reuniões de discussão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC). Nesta quarta-feira, será indicado o novo patamar da Selic (a taxa básica de juros), hoje, em 5,50% ao ano.
Em meio à fraqueza da economia e aos índices controlados de inflação, a expectativa majoritária do mercado financeiro é de que a Selic passe por um novo corte de 0,50 ponto percentual - o terceiro no atual ciclo de baixa da taxa básica.
De um total de 48 instituições consultadas pelo Projeções Broadcast, todas esperam por um corte de 0,50 ponto, para 5,00% ao ano. Para o fim de 2019, as estimativas para a Selic variam entre 4,00% e 4,75%.
Em setembro, o Copom cortou a Selic em 0,50 ponto percentual, de 6,00% para 5,50% ao ano. Foi a segunda redução consecutiva da taxa básica. No comunicado sobre a decisão, o BC avaliou que o cenário externo, apesar de incerto, está favorável para países emergentes.
Além disso, reconheceu avanços nas reformas econômicas e divulgou projeções comportadas de inflação para 2019 e 2020. Neste contexto, a instituição também indicou que pode promover novos cortes na Selic. Essas mensagens foram reforçadas pela ata do encontro e pelo Relatório Trimestral de Inflação (RTI), documentos publicados posteriormente.
As projeções mais recentes do BC, considerando o cenário de mercado, apontam para inflação de 3,3%, em 2019, e de 3,6% em 2020 - dentro das metas estabelecidas para os anos. Esses percentuais, no entanto, serão atualizados nesta quarta-feira, após a reunião do Copom. No Relatório de Mercado Focus, as projeções para o IPCA estão em 3,29% e 3,60%, respectivamente.
Entre os dados de atividade mais recentes no Brasil, o Índice de Atividade do Banco Central (IBC-Br) mostrou elevação de 0,07% em agosto. No acumulado do trimestre encerrado em agosto, o indicador apresentou alta de 0,90%.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO