Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 25 de outubro de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

25/10/2019 - 08h10min. Alterada em 25/10 às 08h10min

Bolsas asiáticas sobem majoritariamente, de olho em comércio, balanços e Brexit

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta sexta-feira (25), repercutindo balanços de empresas da região, assim como desdobramentos da disputa comercial entre Estados Unidos e China e da questão do Brexit.
As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta sexta-feira (25), repercutindo balanços de empresas da região, assim como desdobramentos da disputa comercial entre Estados Unidos e China e da questão do Brexit.
Nos negócios da China continental, prevaleceu o bom humor após notícia de que autoridades de alto escalão das duas maiores potências econômicas globais vão retomar o diálogo comercial por telefone nesta sexta.
EUA e China vão discutir planos para que os chineses ampliem as compras de produtos agrícolas americanos, mas, em troca, Pequim vai pedir a remoção de tarifas existentes e programadas de Washington contra bens chineses, segundo fontes ouvidas pela Reuters. Vão participar da conversa telefônica desta sexta o representante comercial dos EUA, Robert Lighthizer, o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, e o vice-primeiro-ministro chinês Liu He, diz a agência de notícias.
O índice Xangai Composto subiu 0,48%, a 2.954,93 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,99%, a 1.632,40 pontos. Em Tóquio, o Nikkei terminou o pregão em alta de 0,22%, a 22.799,81 pontos, mantendo o foco em balanços de companhias japonesas.
Em outras partes da Ásia, o sul-coreano Kospi teve leve valorização de 0,11% em Seul, a 2.087,89 pontos, mas o Hang Seng caiu 0,49% em Hong Kong, a 26.667,39 pontos, e o Taiex recuou 0,21% em Taiwan, a 11.296,12 pontos.
Também continua no radar o impasse do Brexit. Na quinta (24), o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, propôs dar aos parlamentares britânicos mais tempo para debater seu plano de Brexit se eles apoiarem a convocação de uma eleição geral para 12 de dezembro. Enquanto isso, a União Europeia discute o prazo de uma provável extensão para o Brexit, que deveria ser implementado no próximo dia 31.
Na Oceania, a bolsa australiana ficou no azul pelo quinto dia consecutivo. O S&P/ASX 200 avançou 0,68% em Sydney, a 6.739,20 pontos, maior nível desde o começo de outubro.
Estadão Conteúdo
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia