Porto Alegre, sábado, 25 de julho de 2020.
Dia do Escritor. Dia do Motorista .

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 25 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Negócios Corporativos

- Publicada em 03h12min, 16/10/2019. Atualizada em 03h00min, 16/10/2019.

Venda de ações da PagSeguro pode movimentar R$ 3 bi

Venda será uma oferta secundária feita pelo acionista controlador da empresa, o grupo UOL

Venda será uma oferta secundária feita pelo acionista controlador da empresa, o grupo UOL


MARCOS NAGELSTEIN/Arquivo/JC
A PagSeguro, empresa do mercado de pagamentos, anunciou nesta terça-feira (15) que pretende realizar uma oferta adicional de ações (follow-on) cerca de um ano e meio após abrir capital na Bolsa de Nova York.
A PagSeguro, empresa do mercado de pagamentos, anunciou nesta terça-feira (15) que pretende realizar uma oferta adicional de ações (follow-on) cerca de um ano e meio após abrir capital na Bolsa de Nova York.
A venda de ações será uma oferta secundária feita pelo acionista controlador da empresa, o grupo UOL, que tem participação acionária minoritária e indireta no jornal Folha de S.Paulo.
Serão colocados no mercado 16,75 milhões de papéis de classe A, que podem movimentar cerca de US$ 775 milhões (R$ 3,2 bilhões), considerado o preço de fechamento das ações na segunda-feira (14). Nesta terça, após a divulgação da oferta, as ações caíram 17% na Bolsa de Nova York.
Há ainda a opção de oferta de um lote adicional de 2,5 milhões de papéis. Goldman Sachs e Morgan Stanley serão os coordenadores da oferta.
Em comunicado ao mercado, a PagSeguro reforçou que nenhum outro acionista venderá ações nessa oferta.
É a segunda vez que a PagSeguro coloca ações no mercado desde que fez sua abertura de capital, em Nova York, no começo de 2018. Nos dois casos, a oferta foi secundária, na qual o dinheiro não vai para o caixa da empresa, mas para o acionista vendedor.
O IPO (sigla em inglês para oferta inicial de ações) da PagSeguro foi o maior de uma empresa brasileira nos Estados Unidos e movimentou por volta de US$ 2,3 bilhões à época (R$ 9,5 bilhões pela cotação atual).
Em comunicado separado, a PagSeguro reportou dados preliminares sobre o resultado do terceiro trimestre, informando volume total de pagamentos de cerca de R$ 28,4 bilhões, acima dos R$ 20,3 bilhões dos três meses até 30 de setembro.
Os usuários ativos do PagBank em 30 de setembro totalizaram aproximadamente 1,9 milhão, contra 1,4 milhão em 30 de junho de 2019.
A empresa estimou lucro líquido do trimestre encerrado em 30 de setembro entre R$ 330 milhões e R$ 340 milhões, uma alta acima de 40%.
"No terceiro trimestre de 2019, continuamos a apresentar fortes resultados combinando crescimento e lucratividade, levando a avanços significativos em nosso roteiro estratégico", disse o presidente-executivo da PagSeguro, Ricardo Dutra, no material de divulgação dos números.

Cade aprova a aquisição da Almundo pela Submarino Viagens

A Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições o ato de concentração entre a SV Viagens (Submarino Viagens) e a Santa Fe Investment BV (Almundo), segundo despacho publicado nesta terça-feira (15) no Diário Oficial da União.

De acordo com o parecer sobre a operação, trata-se da aquisição da Almundo pela Submarino Viagens. "A aquisição proposta é parte do plano de expansão na América Latina do Grupo CVC e encontra-se em linha com sua estratégia de criar a melhor experiência (on e offline) de compra e de viagem em toda a jornada do consumidor. Sob o ponto de vista da vendedora, a operação configura uma boa oportunidade de negócios", diz o parecer.

A Submarino Viagens é uma plataforma online de oferta de serviços de venda online de pacotes turísticos, passagens aéreas, reservas de hotéis, seguros de viagens, aluguel de carros e pacotes turísticos no Brasil e exterior, sendo controlada pela CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A.

A Almundo, detida atualmente pela Startel Holding B.V, atua no setor de turismo e viagens no segmento de lazer, possuindo cerca de 80 lojas na Argentina, call center e vendas online, sendo a maioria das reservas feita por meios digitais. Ela está presente, além da Argentina, na Colômbia, México e Brasil, sendo a Argentina o mercado mais relevante. A empresa é parte do Grupo Iberostar.

Comentários CORRIGIR TEXTO