Porto Alegre, sábado, 25 de julho de 2020.
Dia do Escritor. Dia do Motorista .

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 25 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Indústria

- Publicada em 03h14min, 11/10/2019. Atualizada em 03h00min, 11/10/2019.

Demanda por bens industriais recua 1,4%, mostra o Ipea

A demanda por bens industriais recuou no País em agosto, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O Indicador Ipea de Consumo Aparente de Bens Industriais apontou redução de 1,4% em relação a julho.
A demanda por bens industriais recuou no País em agosto, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O Indicador Ipea de Consumo Aparente de Bens Industriais apontou redução de 1,4% em relação a julho.
O indicador inclui a produção industrial interna, excetuadas as exportações e acrescidas as importações. Na comparação com agosto de 2018, a demanda por bens industriais caiu 2%. A taxa acumulada em 12 meses até agosto foi negativa em 1,7%.
De julho para agosto, entre os componentes do consumo aparente, a demanda por bens nacionais encolheu 0,3%, enquanto as importações de bens industriais diminuíram 4,6%.
Na classificação por categorias, houve crescimento de 1% na demanda por bens de consumo, mas recuo nos bens de capital (-1,3%) e bens intermediários (-0,7%). Quanto às atividades, a indústria extrativa mineral caiu 7,8% em agosto ante julho, e a indústria de transformação diminuiu 0,2% (apesar de avanços em 12 dos 22 segmentos da indústria de transformação).
 
Comentários CORRIGIR TEXTO