Porto Alegre, sábado, 25 de julho de 2020.
Dia do Escritor. Dia do Motorista .

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 25 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Mercado de Capitais

- Publicada em 03h08min, 01/10/2019. Atualizada em 03h00min, 01/10/2019.

Justiça condena Eike Batista por uso de informação privilegiada

A juíza Rosália Monteiro Figueira, da 3ª Vara Federal Criminal, condenou o empresário Eike Batista a oito anos e sete meses de prisão e multa de R$ 188,9 milhões por manipulação do mercado e uso de informação privilegiada na venda de ações da empresa de construção naval OSX.
A juíza Rosália Monteiro Figueira, da 3ª Vara Federal Criminal, condenou o empresário Eike Batista a oito anos e sete meses de prisão e multa de R$ 188,9 milhões por manipulação do mercado e uso de informação privilegiada na venda de ações da empresa de construção naval OSX.
É a primeira vez que o empresário tem condenação na Justiça por crimes contra o mercado de capitais. Em 2018, o executivo foi condenado a 30 anos por corrupção, em processo da Operação Lava Jato. Ele recorre em liberdade.
No caso da OSX, Eike foi condenado por vender nove milhões de ações da empresa de construção naval antes da divulgação de notícias que derrubaram o valor dos papéis. As ações foram vendidas a R$ 3,40, cada, no dia 19 de abril de 2013, cinco dias após reunião que definiu o novo plano de negócios da OSX.
No dia 20 de maio, um dia após a divulgação do plano, o preço dos papéis caiu para R$ 2,50, já que a companhia admitia contaminação pela crise da petroleira OGX, sua maior cliente na construção de plataformas de produção de petróleo.
O plano de negócios trouxe significativa redução na projeção de investimentos e de contratos futuros da empresa OSX, incluindo a paralisação das obras de seu estaleiro, já que as estimativas iniciais de produção da OGX não se confirmariam.
Comentários CORRIGIR TEXTO