Porto Alegre, sábado, 25 de julho de 2020.
Dia do Escritor. Dia do Motorista .

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 25 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Tecnologia

- Publicada em 03h17min, 01/10/2019. Atualizada em 03h00min, 01/10/2019.

Brasileiros investem 60% a mais em jogos do que em outros itens

Os gamers têm movimentado 60% a mais do que a média dos consumidores brasileiros portadores de cartão Visa. Só em compras on-line, eles gastam 20% a mais do que a média dos demais usuários de cartões da marca, aponta um um levantamento realizado pela Visa Consulting & Analytics.
Os gamers têm movimentado 60% a mais do que a média dos consumidores brasileiros portadores de cartão Visa. Só em compras on-line, eles gastam 20% a mais do que a média dos demais usuários de cartões da marca, aponta um um levantamento realizado pela Visa Consulting & Analytics.
Esse público faz quase 1.6 transações em produtos relacionados a games por mês, o que representa 20% do total de suas compras on-line. O ticket médio em games é de R$ 53 e 25% destes clientes possuem cartões como o Visa Platinum e Infinite.
Ainda de acordo com os dados transacionados na rede Visanet, a maior concentração de transações com games no Brasil ocorre nas seguintes cidades: São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba e Belo Horizonte.
"Fatores como realidade aumentada e virtual, inteligência artificial e experiências diversas de imersão potencializam esse boom de consumo digital de games no Brasil, e essas novidades têm guiado esse crescimento nas compras", explica o diretor executivo da Visa Consulting & Analytics, Rodrigo Santoro.
O universo mobile e de smartphones também favorece o desenvolvimento dessa indústria entre os consumidores brasileiros. "Esse mercado de nicho é extremamente importante pois busca inovações. É preciso oferecer também a segurança, flexibilidade e performance que tanto esperam", complementa Santoro.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO