Porto Alegre, sexta-feira, 11 de outubro de 2019.
Dia Internacional do Combate à Obesidade.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR

investimentos

Notícia da edição impressa de 05/09/2019. Alterada em 11/10 às 15h00min

Accor anuncia R$ 640 milhões em investimentos no Rio Grande do Sul até 2024

Governador recebeu representantes da rede no Palácio Piratini

Governador recebeu representantes da rede no Palácio Piratini


/ITAMAR AGUIAR/PALÁCIO PIRATINI/JC
A rede Accor, maior operadora de hotéis do Brasil, pretende investir R$ 640 milhões no Rio Grande do Sul até 2024. Com isso, em apenas quatro anos, irá duplicar o número de quartos no Estado, chegando a 5 mil. O anúncio foi feito por Patrick Mendes, CEO da rede na América do Sul, ao governador Eduardo Leite, durante encontro no Palácio Piratini.
Leite recebeu com entusiasmo a notícia do grupo francês e apresentou aos empresários a agenda de desenvolvimento que o governo está implementando para tornar o Estado mais atrativo a investidores, turistas, talentos e moradores. "Contem conosco e saibam que estamos atuando em diversas frentes, segurança, inovação, privatizações, concessões, infraestrutura, logística, turismo, entre outras, para tornar o Estado mais acolhedor e atrativo", garantiu o governador.
Notícias sobre economia são importantes para você?
>> Assine o JC e receba conteúdos como este onde você estiver. Descubra como! <<
Segundo Mendes, a Accor já tem 17 hotéis em operação no Rio Grande do Sul, que totalizam 2,3 mil quartos. Outros oito empreendimentos estão em construção, sendo o de Pelotas o mais recente, oficializado em junho deste ano, além de Farroupilha, Santa Maria, Santa Cruz do Sul, Gramado, Porto Alegre, Santo Ângelo e Ijuí. Esses novos hotéis devem gerar mais de mil empregos diretos e indiretos e aumentar em 1,1 mil o número de quartos da rede.
Além disso, outros cinco estabelecimentos estão em negociação e 16, em fase de prospecção pelo grupo francês, incluindo desde cidades da Serra até municípios da Fronteira-Oeste. "O mais importante, para nós, é perceber o Estado preocupado em atrair turistas, seja a negócios, nosso carro-chefe, ou a lazer. Ficamos felizes em perceber que isto está acontecendo e, com certeza, fomenta nosso interesse", pontuou o CEO.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

EXPEDIENTE