Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 22 de agosto de 2019.
Dia do Folclore.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

22/08/2019 - 11h44min. Alterada em 22/08 às 11h44min

Bolsa se firma em queda e mercados mostram cautela antes de Jackson Hole

Estadão Conteúdo
Em dia de mais cautela no exterior, o Ibovespa perdeu força e se firmou em queda na última hora, enquanto o dólar segue em alta ante o real e nos juros futuros o viés é também de alta, após um dia de bom humor local com o pacote de privatizações do governo.
Em dia de mais cautela no exterior, o Ibovespa perdeu força e se firmou em queda na última hora, enquanto o dólar segue em alta ante o real e nos juros futuros o viés é também de alta, após um dia de bom humor local com o pacote de privatizações do governo.
Em Nova Iorque, o dólar e os juros dos Treasuries acentuaram queda após a divulgação do índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto, industrial e de serviços dos Estados Unidos preliminar - todos frustraram as projeções de analistas.
Às 11h18min, o S&P500 subia 0,14%, o Nasdaq caía 0,02% e o Dow Jones subia 0,42%, com investidores na expectativa pelo discurso do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Jerome Powell, na sexta-feira (23) no simpósio em Jackson Hole.
No mesmo horário, o Ibovespa caía 0,43%, aos 100.770 pontos. As blue chips estavam no negativo, com exceção das ações do Banco do Brasil. O dólar renovou máximas na última hora refletindo a continuidade de saídas de investidores estrangeiros do mercado doméstico.
Na Europa, as principais bolsas estavam em queda - Londres -1,11%, Paris 0,60% e Frankfurt -0,25% -, pressionadas pela queda do índice de confiança do consumidor da zona do euro, que passou de -6,6 em julho para -7,1 na leitura preliminar de agosto. A previsão de analistas era de queda mais suave, a -6,8.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia