Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 01 de agosto de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Aviação

Alterada em 01/08 às 13h39min

Gol encerra 2º trimestre com 127 aeronaves na frota

Durante o trimestre, a Gol fechou contrato de leasing para cinco aeronaves 737-800 NG adicionais

Durante o trimestre, a Gol fechou contrato de leasing para cinco aeronaves 737-800 NG adicionais


JONATHAN HECKLER/JC
Estadão Conteúdo
A Gol chegou ao final do segundo trimestre com uma frota total de 127 aeronaves Boeing 737, sendo 120 do modelo 737 NGs e sete MAXs 8, cujas operações estão paralisadas desde 11 de março. A idade média da frota da aérea é 9,8 anos.
A Gol chegou ao final do segundo trimestre com uma frota total de 127 aeronaves Boeing 737, sendo 120 do modelo 737 NGs e sete MAXs 8, cujas operações estão paralisadas desde 11 de março. A idade média da frota da aérea é 9,8 anos.
Em junho do ano passado, a frota total da companhia era integrada por 119 aeronaves, com 117 em operação, uma aeronave subarrendada para outra companhia aérea e a aeronave MAX 8 que estava em preparação para entrada em serviço.
No informe de resultados do trimestre, a empresa ressalta que apesar de manter o cronograma de entrega contratual com a Boeing, uma parte das chegadas de aeronaves programadas para 2019 deverá acontecer em 2020.
Em 30 de junho de 2019, a companhia possuía 129 pedidos firmes para aquisição de aeronaves Boeing 737 MAX, que incluem 99 pedidos de 737 MAX-8 e 30 pedidos de 737 MAX-10.
Durante o trimestre, a Gol fechou contrato de leasing para cinco aeronaves 737-800 NG adicionais. No plano de frota operacional, a aérea pretende encerrar o ano com 137 aeronaves, elevando esse número para 143 em 2020.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia