Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 11 de julho de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Edição impressa de 11/07/2019. Alterada em 11/07 às 03h00min

Troca-Troca beneficia agricultores familiares de 391 municípios

O Programa Troca-Troca de Sementes deste ano vai beneficiar 49.950 produtores rurais, com um total de 143.193 sacas de milho híbrido e transgênico e sorgo. Serão entregues sementes em 391 municípios, envolvendo 591 entidades, para a semeadura de mais de 143 mil hectares de plantio, ou 19,1% da área cultivada no Rio Grande do Sul.
O Programa Troca-Troca de Sementes deste ano vai beneficiar 49.950 produtores rurais, com um total de 143.193 sacas de milho híbrido e transgênico e sorgo. Serão entregues sementes em 391 municípios, envolvendo 591 entidades, para a semeadura de mais de 143 mil hectares de plantio, ou 19,1% da área cultivada no Rio Grande do Sul.
A principal vantagem do programa é que o Estado consegue negociar os preços das sementes com as empresas fornecedoras, gerando economia aos produtores. O Troca-Troca vai movimentar R$ 31,7 milhões. Para os agricultores familiares que encomendaram cultivares transgênicas, a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) alerta que os boletos vencem na próxima segunda-feira.
"Este pagamento antecipado é referente ao valor da tecnologia do milho transgênico, cobrado pelas sementeiras que fornecem ao programa. O produtor rural que optou pelo milho híbrido deverá pagar somente em 30 de abril de 2020, o que lhe dá tempo de plantar, colher e comercializar a produção, fazendo girar a economia do município, tendo como base este grão tão importante para as cadeias de suínos, aves e leite", explica o secretário da Agricultura, Covatti Filho.
Foram pedidas 143.193 sacas de milho e sorgo, com média de 2,88 sacas por produtor. Nesta etapa do programa, foram ofertadas 23 variedades de milho híbrido e 31 variedades de transgênico, totalizando 54 opções para o agricultor familiar. Cinco empresas ofertaram 17 variedades de sorgo, e foram pedidas 5.022 sacas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia