Porto Alegre, sexta-feira, 26 de julho de 2019.
Dia dos Avós.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR

indústria

23/06/2019 - 11h11min. Alterada em 26/07 às 08h30min

Cooperativa Santa Clara inaugura terceira unidade de produção no Rio Grande do Sul

Fábrica construída em Casca terá capacidade para produzir 600 mil litros por dia

Fábrica construída em Casca terá capacidade para produzir 600 mil litros por dia


COOPERATIVA SANTA CLARA/DIVULGAÇÃO/JC
Bruna Oliveira
A Cooperativa Santa Clara inaugura no dia 12 de julho sua terceira unidade de produção no Rio Grande do Sul. A nova fábrica será em Casca, no Norte gaúcho, onde foram investidos R$ 130 milhões. O espaço, projetado para ser o maior dentre as plantas da cooperativa, terá capacidade para processar 600 mil litros por dia e deve gerar 150 empregos diretos até 2021.
O presidente da Santa Clara, Rogério Sauthier, explica que o local escolhido para receber a nova indústria de laticínios contempla a região onde há a maior produção de leite no Estado, com potencial produtivo de 300 a 400 mil litros de leite. "Estudamos todo o Rio Grande do Sul e definimos que Casca está em uma encruzilhada muito boa de produção e também de escoamento, com terras disponíveis e mais baratas", diz Sauthier, que atenta também para o fato de a serra gaúcha, onde fica a sede da cooperativa, estar se tornando cada vez mais urbanizada.
O empreendimento de 22 mil metros quadrados foi projetado para ser a maior unidade da cooperativa, mas a capacidade plena de produção será atingida gradativamente. De início, a unidade vai produzir todas as versões de leites UHT - integral, desnatado, semidesnatado e zero lactose, em fabricação estimada de 300 mil litros ao dia. Futuramente, a produção deve ser ampliada para outros derivados.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/06/19/206x137/1_industria_laticinios_santa_clara___casca__1_-8758604.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5d0a3da8b5c45', 'cd_midia':8758604, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/06/19/industria_laticinios_santa_clara___casca__1_-8758604.jpg', 'ds_midia': 'Cooperativa Santa Clara - unidade em Casca - investômetro - ', 'ds_midia_credi': 'COOPERATIVA SANTA CLARA/DIVULGAÇÃO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Cooperativa Santa Clara - unidade em Casca - investômetro - ', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '533', 'align': 'Left'}
Empreendimento de 22 mil m² vai produzir vai produzir todas as versões de leites UHT. Foto Divulgação/Cooperativa Santa Clara/JC
Além da fábrica em Casca, a cooperativa possui outras duas unidades fabris, uma em Carlos Barbosa e outra em Getúlio Vargas. A primeira, além da produção tradicional de leite, concentra a fabricação de queijos finos. Já a linha de queijos comuns é produzida em Getúlio Vargas.
Embora o momento esteja restrito para investimentos no setor, Sauthier vê com otimismo as projeções para novos crescimentos da cooperativa, ponderando que "a indústria não se faz para o momento, e sim para o futuro". "Vamos monitorar o mercado e a sazonalidade da nossa matéria prima. Não adianta crescer de um lado e perder do outro", avalia.
A cooperativa de mais de 100 anos é formada, atualmente, por 3,2 mil produtores associados em mais de 125 municípios gaúchos. A produção média é de 800 mil litros de leite por dia. A linha de laticínios Santa Clara possui mais de 140 produtos entre leite, queijos, bebidas lácteas, requeijão e outros derivados. A cooperativa ainda atua nos ramos de frigorífico suíno, fábrica de rações, cozinha industrial, varejo e distribuição.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

EXPEDIENTE