Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 12 de junho de 2019.
Dia dos Namorados.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

agronegócios

Edição impressa de 12/06/2019. Alterada em 12/06 às 03h00min

Cesa prepara para julho leilão das unidades de São Gabriel

A venda de mais duas unidades da Companhia Estadual de Silos e Armazéns (Cesa) está marcada para o dia 9 de julho, às 13h. A Cesa, que está em liquidação, já arrecadou mais de R$ 50 milhões com o leilão das unidades de Júlio de Castilhos, Nova Prata, Santa Rosa, Palmeira das Missões, Bagé, São Luiz Gonzaga, Cachoeira do Sul e Cruz Alta. A companhia também vendeu a unidade de Caixas do Sul, através do BRDE, para pagamento de dívida com o banco. Já a unidade de Estação foi vendida em leilão e homologada em juízo para quitar dívida trabalhista individual. Nestes dois casos, como o valor arrecadado foi direto para quitar dívidas da companhia, não houve entrada de recursos no caixa do Estado.
A unidade frigorífica de Capão do Leão ainda não tem data definida e nem leiloeiro nomeado. Já a unidade de Passo Fundo foi posta à venda, mas teve o leilão embargado devido a uma ação civil paralela de reintegração de posse. "O julgamento dessa ação já está concluso para o juiz proferir sentença. Assim que houver sentença, seu teor será analisado para decidir o caminho a seguir. O departamento jurídico da Companhia mantém a posição de que o direito material pende para o lado da Cesa, mas somente após a sentença é que a viabilidade de novo leilão deve ser discutida, lembrando que é uma sentença em primeira instância e cabe recurso", explica Artur Dariano, diretor administrativo financeiro da Cesa.
 
CORRIGIR