Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 21 de maio de 2019.
Dia Mundial do Desenvolvimento Cultural.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

CONSUMO

Edição impressa de 21/05/2019. Alterada em 21/05 às 10h04min

Feira do Varejo prevê mais de R$ 7 milhões em negócios

FBV gera receita que fica no Rio Grande do Sul, destaca Paulo Kruse

FBV gera receita que fica no Rio Grande do Sul, destaca Paulo Kruse


/MARCO QUINTANA/JC
Buscando impulsionar o empreendedorismo varejistas no Estado, a 7ª edição da Feira Brasileira de Varejo (FBV), que acontece entre os dias 28 e 30 de maio, no Centro de Eventos da Fiergs, em Porto Alegre, reúne expositores, palestras, consultoria, network e atividades práticas relacionadas ao mercado do varejo brasileiro. Serão, ao todo, 90 empresas expositores e, segundo a expectativa dos organizadores, a prospecção é fechar mais de R$ 7 milhões em transações. "Esperamos que muitos negócios sejam realizados entre fornecedores e lojistas, principalmente no segmento da indústria de confecção", diz o presidente do Sindilojas, Paulo Kruse.
A organização da Feira Brasileira de Varejo estima receber entre oito mil e 10 mil visitantes durante os três dias de programação.
Segundo Kruse, a cada edição do evento, a FBV se afirma como referência no varejo, encabeçando inovações nas áreas de moda, tecnologia, marketing e gestão. "Além disso, a feira consegue gerar receita que fica no Rio Grande do Sul, já que grande parte dos expositores são da cadeia varejista gaúcha", disse o dirigente. 
Durante a feira, ocorre paralelamente o Congresso Brasileiro de Varejo, que conta com palestras de Luciano Hang, proprietário da Rede Havan; Andrea Lorio, diretor da L'oreal, Oskar Metsavath, fundador e diretor de criação e estilo Osklen; Alice Salazar, produtora de conteúdo, entre outros empresários.
Além do Congresso, atividades práticas como o Varejo Now, que desafia startups a desenvolver soluções inovadoras para o varejo, e o Desafio Fashion, concurso para apresentação de projetos de moda de estudantes e profissionais do segmento, incentivam o empreendedorismo no setor. 
Como já é costume, junto com FBV também acontece a RS Moda, feira com foco na cadeia varejista de moda e confecção. Idealizado pelo Sindicato das Indústrias do Vestuário do Rio Grande do Sul (Sivergs), esta parte da feira engloba palestras, workshops e rodadas de negócios exclusivos para o segmento.
Paulo Kruse esteve ontem no Jornal do Comércio para divulgar a  7ª edição da Feira Brasileira de Varejo, e foi recebido pelo diretor de Operações do JC, Giovanni Tumelero. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia