Porto Alegre, quarta-feira, 29 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 29 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

indústria

- Publicada em 03h14min, 20/05/2019. Atualizada em 03h00min, 20/05/2019.

Indústrias mantêm portfólio de produtos em alta

Os resultados do Radar Empresarial apresentados em abril apontam uma estabilidade positiva do portfólio de produtos da indústria no País. Com base no cancelamento dos códigos de barras de produtos que estão em circulação, a Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil calcula que a indústria reduziu em 22,9% o cancelamento de códigos em abril, quando comparado a março deste ano. Para micros e pequenas empresas (MPE), a redução foi de 24,2%. Isso significa que, comparado a março deste ano, menos empresas encerraram seu portfólio de produtos.
Os resultados do Radar Empresarial apresentados em abril apontam uma estabilidade positiva do portfólio de produtos da indústria no País. Com base no cancelamento dos códigos de barras de produtos que estão em circulação, a Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil calcula que a indústria reduziu em 22,9% o cancelamento de códigos em abril, quando comparado a março deste ano. Para micros e pequenas empresas (MPE), a redução foi de 24,2%. Isso significa que, comparado a março deste ano, menos empresas encerraram seu portfólio de produtos.
No comparativo com o mesmo mês do ano anterior, houve redução de 13,8% para o número Brasil e 17,1% para as MPEs. No acumulado dos últimos 12 meses, houve uma redução de 6,1% no encerramento de portfólio de produtos.
Esse índice tem a particularidade de quanto mais negativo for, mais positivo é o resultado. Ou seja, esses resultados são apresentados com sinal negativo quando há baixa de encerramento de produtos e com sinal positivo quando há alta - anulação do respectivo código de barras, que é gerido pela Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil.
Comentários CORRIGIR TEXTO