Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 14 de maio de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Telecomunicações

14/05/2019 - 09h04min. Alterada em 14/05 às 09h04min

Lucro líquido consolidado da Oi soma R$ 766 milhões no 1º trimestre

Resultado representa uma queda de 97,5% na comparação com o mesmo período de 2018

Resultado representa uma queda de 97,5% na comparação com o mesmo período de 2018


OIT/DIVULGAÇÃO/JC
Estadão Conteúdo
A Oi, em recuperação judicial, fechou o primeiro trimestre de 2019 com um lucro líquido consolidado de R$ 766 milhões no primeiro trimestre de 2019, conforme seu balanço. O resultado representa uma queda de 97,5% na comparação com o mesmo período de 2018, quando a companhia teve um lucro de R$ 30,526 bilhões impulsionado pelo enxugamento da dívida dentro do plano de recuperação judicial aprovado pelos credores.
O lucro líquido atribuído aos acionistas controladores atingiu R$ 568 milhões, recuo de 98,1% na comparação entre os mesmos trimestres.
O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de rotina foi de R$ 1,251 bilhão, baixa de 20,4%. A margem Ebitda de rotina caiu 3,4 pontos porcentuais, para 24,4%. A receita líquida totalizou R$ 5,130 bilhões, retração de 9,5%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia