Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 09 de maio de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Bancos

09/05/2019 - 14h55min. Alterada em 09/05 às 14h55min

Banco Inter quer ser sexto maior banco em número de correntistas ao final do ano

Banrisul ocupa hoje o posto de sexto maior banco em clientes, com 2,7 milhões de pessoas

Banrisul ocupa hoje o posto de sexto maior banco em clientes, com 2,7 milhões de pessoas


REPRODUÇÃO/FACEBOOCK /JC
Estadão Conteúdo
O presidente do Banco Inter, João Vítor Menin, afirmou que a instituição pretende ser o sexto maior banco em número de correntistas até o final do ano, ao comentar o acordo fechado com a Wiz para a venda de 40% da participação da corretora Inter Seguros.
"É importante para os negócios de seguridade ter uma ampla base de clientes", disse Menin em almoço com jornalistas. "A seguridade digital vai ser passo importante para ampliar a base de correntistas que usam os serviços do banco", acrescentou. O Banrisul ocupa hoje o posto de sexto maior banco em clientes, com 2,7 milhões de pessoas.
Menin disse que no primeiro trimestre dos 2 milhões de correntistas, 27 mil pessoas tinham seguro contratado, sendo o mais contratado o de proteção de cartões, o "cartão protegido". As operações da instituição no setor de seguros começou em abril do ano passado.
O diretor financeiro do Wiz, Marcus Martino, observou que 70% das receitas de 2018 do Inter estão nos negócios habitacionais, por isso a importância de melhor aproveitar o negócio de seguros na instituição.
A base de clientes do Inter continuará a fazer negócios via Inter Seguros, que terá a participação da Wiz apenas, explicou Menin.
"O que faz a seguridade ser relevante e bem adequada é o trânsito das pessoas dentro dos serviços do banco, por meio do qual pode-se atender bem o cliente", observou Martino.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia