Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 02 de maio de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Infraestrutura

02/05/2019 - 22h08min. Alterada em 02/05 às 22h08min

Previsão do edital de licitação da ERS-324 deverá ocorrer em setembro

Nesta quinta-feira (2), o auditório da biblioteca da Universidade de Passo Fundo (UPF) ficou lotado na audiência pública para a apresentação dos detalhes técnicos do projeto duplicação da rodovia ERS-324. O contrato de concessão será de 30 anos. A empresa que vencer a licitação deverá investir cerca de R$ 1 bilhão na manutenção, no restauro e na duplicação dos 115 quilômetros entre Passo Fundo e Nova Prata. A previsão é que o edital de licitação seja lançado até setembro.
A expectativa é que nos primeiros oito anos de contrato, 60 quilômetros já estejam duplicados – com ênfase em trechos urbanos. Outras melhorias incluem interseções, retornos e 12 passarelas para pedestres.
O valor das tarifas nas duas praças de pedágio previstas – em Passo Fundo e Nova Bassano – e as intervenções planejadas entre Marau e Passo Fundo foram os temas mais comentados pelo público presente. A previsão é de que o preço fique abaixo de R$ 9,64, indicado pelo estudo de viabilidade técnica.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia