Porto Alegre, sexta-feira, 31 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 31 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

governo do estado

- Publicada em 21h48min, 24/03/2019.

RS lança programa de parcerias com iniciativa privada

O governador Eduardo Leite lança hoje, às 10h, no Palácio Piratini, um programa de desestatização de ativos e investimentos em diversas áreas, da infraestrutura à cultura, com foco na melhoria da qualidade dos serviços prestados à população. Batizado de RS Parcerias, o projeto envolve tanto concessões quanto parcerias público-privadas (PPPs) com a iniciativa privada.
O governador Eduardo Leite lança hoje, às 10h, no Palácio Piratini, um programa de desestatização de ativos e investimentos em diversas áreas, da infraestrutura à cultura, com foco na melhoria da qualidade dos serviços prestados à população. Batizado de RS Parcerias, o projeto envolve tanto concessões quanto parcerias público-privadas (PPPs) com a iniciativa privada.
Durante a apresentação, serão detalhadas as primeiras propostas do programa, que contemplam a concessão das rodovias RS-287 (204,5 quilômetros entre Tabaí e Santa Maria), RS-324 (115,3 quilômetros entre Passo Fundo e Nova Prata), da Estação Rodoviária de Porto Alegre e do Zoológico de Sapucaia do Sul.
Ao participar na semana passada do Tá na Mesa, promovido pela Federação das Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul (Federasul), Leite falou sobre o programa e lembrou que algumas iniciativas já haviam sido encaminhadas pela gestão anterior, do então governador José Ivo Sartori. Leite destacou que outras áreas devem ser foco de parcerias com a iniciativa privada. "Já estamos contratando os estudos para penitenciárias, escolas, saúde, agricultura. (Vamos abrir para parcerias em) Todas as oportunidades em que o setor privado puder conciliar o seu legítimo interesse com o interesse coletivo", disse o governador na ocasião.
Comentários CORRIGIR TEXTO