Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 13 de abril de 2019.
Aniversário da cidade de Fortaleza/CE. Dia dos Jovens.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Turismo

Edição impressa de 25/03/2019. Alterada em 13/04 às 18h46min

Chocofest deve atrair 180 mil pessoas à Serra gaúcha

Ruas da área central de Nova Petrópolis receberão 10 mil ovos decorados

Ruas da área central de Nova Petrópolis receberão 10 mil ovos decorados


/CHOCOFEST/DIVULGAÇÃO/JC
Adriana Lampert
Sediada pelo segundo ano consecutivo em Nova Petrópolis, a Chocofest na Magia da Páscoa promete lotar os leitos da rede hoteleira na região entre os dias 11 e 21 de abril. A estimativa é baseada no número de visitantes da edição de 2018, quando mais de 100 mil pessoas passaram pela cidade durante as duas semanas de evento.
Organizada pela empresa Rossi & Zorzanello, a tradicional festa de Páscoa - com mais de 20 anos de história - já passou por outros municípios da serra gaúcha, como Canela e Gramado. Após três anos em stand by, a Chocofest retornou em formato menor no ano passado, mas os resultados garantiram um sopro de ânimo nas entidades envolvidas. Para esta edição, estão sendo esperadas 180 mil visitantes de todo o País durante os 10 dias de evento.
"Somos gratos à comunidade de Nova Petrópolis que comprou a ideia de levar alegria e carinho às crianças na época de Páscoa, e se engajou muito pelo sucesso da edição passada, o que foi fundamental", avalia o diretor do evento, Eduardo Zorzanello. Segundo o gestor, a primeira edição da festa na cidade (cuja população é de pouco mais de 20 mil habitantes) superou todas as expectativas. "Mesmo com pouco tempo e poucos recursos, nós atingimos um número de visitantes acima do esperado, e garantimos 95% de ocupação na rede hoteleira, além de gerar R$ 2 milhões de mídia espontânea e propiciar a injeção de recursos na economia local."
Destacando que "sozinho não se consegue nada", o secretário de Turismo de Nova Petrópolis, Paulo Roberto Staudt, afirma que a chegada do evento foi um diferencial para a cidade. "Com esta festa, demos um passo à frente para ampliar o setor turístico. E fomos corajosos, porque a Chocofest é uma marca com reconhecimento nacional, sendo um dos principais eventos de Páscoa do Brasil." Staudt admite, inclusive, que a iniciativa serviu de inspiração para projetos futuros na cidade.
Segundo o secretário de Turismo, atualmente, a rede hoteleira de Nova Petrópolis tem 2 mil leitos. "No ano passado, durante a Chocofest, mesmo com chuva, as hospedagens estavam praticamente lotadas - e além da cidade, os estabelecimentos da região também se beneficiaram no período do evento", aponta Staudt. Ele sinaliza que a visibilidade aumentou muito: "Passamos a ser procurados por agências de viagens e grupos de turistas, a ponto de acreditarmos que este ano a edição deve dobrar em número de visitantes".
Para fazer jus ao crescimento da demanda do período, a edição deste ano terá novidades, afirma Zorzanello. "Teremos mais decoração nas ruas. Serão 10 mil ovos decorados de todos os tamanhos nas ruas e em toda a área central. A cidade deve virar um grande cenário de guloseimas, e contará com shows e desfile de personagens. "Todas as ruas centrais do município receberam decoração", comenta o gestor. As atrações artísticas irão ocorrer na Rua Coberta, localizada na Praça das Flores. Além disso, o evento terá mais de 300 pessoas da comunidade atuando nas atrações principais.
"Nós convidamos todos a estarem em Nova Petrópolis, neste evento que apostamos já há dois anos e que será histórico para a cidade", disse o prefeito de Nova Petrópolis, Régis Luis Hahn, durante o lançamento oficial da edição deste ano - ocorrido na semana passada, no Hotel Sheraton Porto Alegre. A festa de 2019 é uma promoção da prefeitura de Nova Petrópolis e Casa Cooperativa de Nova Petrópolis, com organização da Rossi & Zorzanello e patrocínio Sicredi Pioneira e Banrisul. Todas as atrações são gratuitas.

Festa leva novas experiências para empresas locais do segmento turístico

Cidade recebe grande fluxo de visitantes durante os 10 dias de festa

Cidade recebe grande fluxo de visitantes durante os 10 dias de festa


/CHOCOFEST/DIVULGAÇÃO/JC
Mesmo sendo recente em Nova Petrópolis, a realização da Chocofest na Magia da Páscoa se tornou um marco para o setor de Turismo e Eventos da cidade, provocando um grande fluxo de visitantes de todo o Brasil e a lotação da rede hoteleira de toda a Região das Hortênsias. A avaliação é de empresários locais, que apostam suas fichas no evento deste ano para alavancarem os negócios.
Contando com 33 apartamentos, o Hotel Petrópolis já conta com reservas para a edição deste ano. "Muitos visitantes do ano passado estão voltando, e outras pessoas que ouviram falar do evento estão agendando para vir participar pela primeira vez", afirma o gerente do empreendimento, Marcelo Becker. Ao avaliar que a primeira experiência, durante o ano passado, foi "muito positiva", ele afirma que as expectativas "são as melhores" para a festa de 2019. De acordo com o administrador do Parque Aldeia do Imigrante, Claudio José Weber, a "Chocofest é um evento que atrai muitas pessoas" ao local, cuja visitação média é de 160 mil visitantes por ano.
Repleto de prédios com arquitetura enxaimel, e outros atrativos, como a Capela do Imigrante, casa paroquial, cemitério, escola comunitária, réplica da primeira sede da cooperativa de crédito mais antiga da América Latina, e o Museu Histórico Municipal, o parque recebeu recentemente cerca de R$ 1,5 milhão de investimentos em melhorias. "Todas as construções foram repaginadas e devemos - a médio e longo prazo - implementar novidades, como ciclovia e um chafariz, para melhor receber os visitantes."
O evento aquece também a produção de chocolate caseiro na serra gaúcha e a previsão é de este ano o volume chegue a 1,2 mil toneladas produzidas e distribuídos em unidades de venda de todo o País. Para atender a demanda da festa, as principais marcas de chocolate caseiro da região já estão confirmadas: "Florybal Chocolates, Chocolate Lugano, Caracol Chocolates, Gramarti e Cacau Gramado estarão com seus produtos durante a 21ª edição da Chocofest", garante o organizador da festa, Eduardo Zorzanello.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Redação Jornal do Comércio 26/03/2019 13h51min
Boa tarde, Francis. Agradecemos o seu comentário e já fizemos a correção.
Francis Jonas Limberger 26/03/2019 13h26min
Boa tarde. O nome do diretor do Parque Aldeia do Imigrante é Claudio José Weber, e não Veiga. nMuito obrigado!