Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 22 de março de 2019.
Dia Mundial da Água.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Aviação

Alterada em 22/03 às 12h23min

Anac autoriza britânica Virgin Atlantic a funcionar no Brasil

As vendas de passagens começam ainda em 2019

As vendas de passagens começam ainda em 2019


Virgin Atlantic/divulgação/jc
Estadão Conteúdo
A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou a companhia aérea britânica Virgin Atlantic Airways Limited a funcionar no Brasil para "operar serviço de transporte aéreo internacional regular de passageiro, carga e mala postal". O aval está formalizado no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (22).
Nesta semana, a empresa informou que a partir do próximo ano terá voos diretos entre São Paulo e Londres. Segundo a companhia, será uma rota diária que ligará Heathrow, o maior aeroporto do Reino Unido, em Londres, a Guarulhos.
Além do voo, a Virgin Holidays, uma empresa do mesmo grupo especializada em lazer, também vai oferecer serviços de turismo para o Brasil.
A empresa pretende lançar pela primeira vez viagens no País, com destinos como o das Cataratas do Iguaçu e o da floresta amazônica, considerados "facilmente acessíveis" a partir de São Paulo.
"Os turistas também podem se conectar a atrações icônicas, como o Rio de Janeiro e as belas praias de Santa Catarina", disse a empresa no comunicado.
A chegada da Virgin ao Brasil ocorre na esteira de outras empresas de baixo custo, como a Norwegian, que iniciará voos entre Londres e o Rio ainda este mês. Cada trecho sairá por cerca de R$ 1 mil.
A operação da Virgin Atlantic será feita por meio de uma aeronave Boeing 787 Dreamliner. Conforme a companhia, o objetivo é que o novo serviço aproveite a retomada da economia brasileira. As vendas de passagens começam ainda em 2019.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia