Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 15 de março de 2019.
Dia Mundial do Consumidor. Dia da Escola.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Aeroportos

15/03/2019 - 13h23min. Alterada em 15/03 às 13h37min

Arrecadação de leilão de aeroportos soma R$ 2,377 bilhões

Aeroporto Internacional de Recife está no bloco do Nordeste, que teve ágio de mais de 1.000%

Aeroporto Internacional de Recife está no bloco do Nordeste, que teve ágio de mais de 1.000%


ACERVO INFRAERO/DIVULGAÇÃO/JC
Estadão Conteúdo
A arrecadação total do governo com o leilão para a concessão de 12 aeroportos somou R$ 2,377 bilhões. Desse total, R$ 2,158 bilhões correspondem ao ágio ofertado pelos proponentes vencedores. O ágio médio foi de 986%, informaram representantes da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). 
Três diferentes grupos venceram os três blocos de aeroportos ofertados no leilão nesta sexta-feira (15).
A espanhola Aena conquistou o Bloco Nordeste, ao ofertar um valor de contribuição inicial de R$ 1,9 bilhão, o que corresponde a um ágio de 1010,69% em relação ao valor mínimo estabelecido no edital. A suíça Zurich levou o Bloco Sudeste com uma proposta de outorga inicial de R$ 437 milhões, ágio de 830,15%.
Já o Bloco Centro Oeste ficou com o Consórcio Aeroeste (formado por Socicam e Sinart), que fez lance vencedor de R$ 40 milhões, ágio de 4.739,38%. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia