Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 12 de março de 2019.
Dia do Bibliotecário.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

12/03/2019 - 18h23min. Alterada em 12/03 às 18h23min

Ibovespa tem pregão de realização de lucros e fecha em baixa de 0,20%

Estadão Conteúdo
Depois de ter subido mais de 4% em três sessões de ganhos, o Índice Bovespa perdeu fôlego nesta terça-feira (12) e cedeu 0,20%, aos 97.828,03 pontos. Operadores relacionaram a queda a uma leve realização de lucros, considerada natural depois da euforia da véspera, gerada pelo otimismo com a tramitação da reforma da Previdência.
"Vejo a queda da bolsa como uma realização de lucros normal, com investidores aguardando detalhes da instalação da CCJ, amanhã (quarta), para avaliar o texto da reforma da Previdência", disse Régis Chinchila, analista da Terra Investimentos.
"Foi uma baixa bastante leve se levarmos em consideração a alta de 2,79% de segunda. Era natural que papéis como os da Petrobras, com ganho de até 5%, passassem por correção hoje (terça)", disse outro profissional. "A expectativa segue concentrada na instalação da CCJ", completou.
O líder do PSL na Câmara, delegado Waldir (GO), afirmou no final da tarde que os líderes partidários concordaram em cumprir um acordo para que a reforma da Previdência só seja votada na CCJ quando o texto da proposta de aposentadoria para os militares chegar ao Congresso, o que se espera para o dia 20. Mais cedo, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a comissão deverá votar a proposta até os dias 27 ou 28. Se for aprovada, ela passa a ser analisada em uma comissão especial.
Entre as ações que fazem parte do Ibovespa, quedas mais representativas estiveram entre as do setor financeiro, como Banco do Brasil ON, que caiu 0,61%. Os papéis da Petrobras terminaram o dia com perdas de 1,66% (ON) e de 0,90% (PN), relacionadas à correção das altas da véspera.
A petroleira concluiu nesta terça captação com emissão de bônus, sendo US$ 2,25 bilhões com a colocação de novos papéis com vencimento em 2049 e US$ 750 milhões por meio da reabertura de bônus 2029. Segundo fontes, a companhia pode ampliar a captação em US$ 1 bilhão, devido à elevada demanda pelos papéis, que supera os US$ 10 bilhões.
Pela manhã, o Ibovespa chegou a subir timidamente, atingindo máxima de 98.149 pontos (+0,13%). Na mínima do dia, recuou até os 97.266 pontos (-0,77%). Os negócios do dia totalizaram R$ 12,6 bilhões. Operadores afirmam que a desaceleração do ímpeto comprador esteve relacionada à menor participação do investidor estrangeiro, que liderou as ordens de compra na segunda-feira.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia