Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 25 de janeiro de 2020.
Aniversário da cidade de São Paulo. Aniversário dos Correios e Telégrafos.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

siderurgia

11/03/2019 - 12h43min. Alterada em 11/03 às 12h43min

CVM instaura processo contra BTG Pactual por indicação a conselho da Gerdau

Banco indicou um assento no conselho fiscal da siderúrgica para representante dos minoritários

Banco indicou um assento no conselho fiscal da siderúrgica para representante dos minoritários


Marcelo G. Ribeiro/JC
A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) instaurou processo administrativo sancionador (PAS) contra o BTG Pactual. De acordo com informações disponíveis no site da autarquia, o banco é acusado de descumprir as regras previstas no artigo 161 da Lei 6.404/76, ao participar da eleição em separado de membro do Conselho Fiscal da Gerdau.
A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) instaurou processo administrativo sancionador (PAS) contra o BTG Pactual. De acordo com informações disponíveis no site da autarquia, o banco é acusado de descumprir as regras previstas no artigo 161 da Lei 6.404/76, ao participar da eleição em separado de membro do Conselho Fiscal da Gerdau.
O caso aconteceu na assembleia geral ordinária de 2016, quando o banco indicou um assento no conselho fiscal para representante dos minoritários. A ação questiona a relação do banco nas pautas dos minoritários diante de tal ligação.
Em dezembro do ano passado, o banco chegou a propor termo de compromisso, espécie de acordo que permite encerrar o processo sem que vá a julgamento. De acordo com as informações publicadas pela CVM, porém, o PAS está na presidência, em fase de apreciação de defesa.
Procurado, o BTG informou, por meio de sua assessoria, que não iria comentar o caso.
A Gerdau, por sua vez, ainda não havia se posicionado até a publicação desta reportagem.
Estadão Conteúdo
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia