Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 11 de março de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Automotivo

Edição impressa de 11/03/2019. Alterada em 10/03 às 01h00min

Venda de veículos sobe no Rio Grande do Sul no 1º bimestre

No Rio Grande do Sul, em janeiro e fevereiro, foram vendidos 30.069 veículos, considerando automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros. O montante representa alta de 13,7% com relação ao mesmo intervalo de 2018, de acordo com dados apurados pela Fenabrave-RS (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores - Regional Rio Grande do Sul) e o Sincodiv-RS (Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos).
Apenas em fevereiro, foram comercializadas 13.948 unidades, apontando queda de 13,48% na comparação com janeiro e 16,22% de alta se comparado a fevereiro do ano passado. "Independente do percentual de queda que contabilizamos entre janeiro e fevereiro é importante salientar que o mês de fevereiro só teve 23 dias úteis enquanto que o mês de janeiro contou com 26 dias úteis, isso significa que a venda diária em fevereiro foi superior as nossas expectativas, além de ser um mês mais curto, sazonalmente não possui tradição em vendas, mas em 2019 não foi tão ruim", comentou o presidente das entidades, Fernando Esbroglio.
No segmento de automóveis e comerciais leves, a alta acumulada foi de 10,98%, totalizando 21.679 unidades comercializadas nos dois primeiros meses do ano. Em fevereiro foram emplacadas 9.910 unidades, volume 15,80% menor que janeiro e 11,50% a mais do que os emplacamentos de fevereiro de 2018. A média diária de vendas de automóveis e comerciais leves nos 23 dias úteis de fevereiro foi de 431 unidades, somente 4,86% menor que janeiro.
O mercado de caminhões apresentou crescimento, somando 1.008 unidades nos dois primeiros meses deste ano, avanço de 57,01% sobre os mesmos meses de 2018. Em fevereiro, o segmento somou 494 unidades, 3,89% abaixo das vendas de janeiro e 68,60% a mais do que um ano antes. Se avaliarmos as vendas por dias úteis, em fevereiro foram comercializados 21 unidades por dia enquanto que em janeiro a média de vendas foi 20 unidades, com resultado diário 5% maior em fevereiro.
Já o mercado de implementos rodoviários apontou crescimento de 120,67% nas vendas de janeiro e fevereiro, que somaram 726 unidades no acumulado. Na comparação com janeiro, as 358 unidades comercializadas em fevereiro representaram queda de 2,72%, mas, 129,49% de avanço ante igual mês do ano passado. Na média de vendas diárias o segmento de implementos rodoviários apresentou 14,28% de crescimento com a comercialização de 16 unidades dia, contra 14 no mês de janeiro.
As vendas de ônibus somaram nos dois meses 171 unidades, 29,55% a mais do que as vendas acumuladas dos mesmos meses do ano passado. Apenas em fevereiro, o mercado alcançou as 69 unidades, o que representa queda de 32,35% ante janeiro e 11,29% acima de fevereiro de 2018.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia