Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 12 de fevereiro de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

conjuntura

Alterada em 12/02 às 09h41min

Ata do Copom repete que conjuntura prescreve política monetária estimulativa

Estadão Conteúdo
O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central reafirmou na manhã desta terça-feira (12), na ata do encontro da semana passada, que a conjuntura econômica com inflação controlada e elevado grau de ociosidade na economia continua prescrevendo uma política monetária estimulativa, ou seja, com taxas de juros abaixo da taxa estrutural.
"Embora estimativas dessa taxa envolvam elevado grau de incerteza, os membros do Comitê manifestaram entendimento de que as atuais taxas de juros reais ex-ante têm efeito estimulativo sobre a economia", acrescentou o documento.
Para os membros do Copom, o grau de estímulo adequado depende das condições da conjuntura, em particular, das expectativas de inflação, da capacidade ociosa na economia, do balanço de riscos e das projeções de inflação. "Em especial, a provisão de estímulo monetário requer ambiente com expectativas de inflação ancoradas", completou a ata.
Mais uma vez, o Banco Central reiterou que a continuidade das reformas na economia é essencial para a que da taxa de juros estrutural.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia