Porto Alegre, sábado, 01 de agosto de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 01 de agosto de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

mercado financeiro

- Publicada em 08h09min, 30/01/2019.

De olho em EUA-China e Fed, bolsas asiáticas fecham sem direção única

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta quarta-feira (30), à espera do início de uma nova rodada de negociações comerciais entre Estados Unidos e China e do anúncio de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano).
As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta quarta-feira (30), à espera do início de uma nova rodada de negociações comerciais entre Estados Unidos e China e do anúncio de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano).
O vice-primeiro-ministro chinês, Liu He, vai se reunir hoje e amanhã com autoridades dos EUA, em Washington, para tentar superar as desavenças comerciais entre os dois países.
O diálogo entre as duas maiores economias do mundo será retomado apenas dois dias depois de o Departamento de Justiça dos EUA acusar a gigante chinesa de equipamentos de telecomunicações Huawei de roubar segredos comerciais e pedir oficialmente a extradição da diretora financeira da empresa, Meng Wanzhou, que está detida no Canadá desde o início de dezembro.
O assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow, disse ontem, no entanto, que o presidente dos EUA, Donald Trump, está "moderadamente otimista" em relação às chances de um acordo comercial sino-americano ser fechado antes do prazo final de 1º de março.
Entre os mercados chineses, o índice Xangai Composto encerrou o pregão de hoje em baixa de 0,72%, a 2.575,58 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 1,28% a 1.283,71 pontos. Pesaram também nos negócios chineses surpresas negativas com balanços de empresas locais.
Já em Tóquio, a ansiedade com balanços que estão para ser divulgados prejudicou os negócios na bolsa japonesa. O Nikkei caiu 0,52%, a 20.556,54 pontos.
Investidores na Ásia também aguardam a decisão de política monetária do Fed, que será conhecida às 17h (de Brasília). Não há expectativa de que o Fed eleve juros, mas o BC americano poderá dar sinais de como pretende conduzir sua política ao longo do ano.
Em outras partes da Ásia, o sul-coreano Kospi foi destaque positivo e subiu 1,05% em Seul, a 2.206,20 pontos, graças ao bom desempenho de ações de tecnologia, enquanto o Taiex ficou praticamente estável em Taiwan, com alta de 0,01%, a 9.932,26 pontos, e o Hang Seng avançou 0,40% em Hong Kong, a 27.642,85 pontos.
Na Oceania, a bolsa australiana foi favorecida por papéis de mineradoras e petrolíferas. O índice S&P/ASX 200 subiu 0,21% em Sydney, a 5.886,70 pontos.
Comentários CORRIGIR TEXTO