Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 24 de janeiro de 2019.
Dia Nacional do Aposentado.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Conjuntura Internacional

24/01/2019 - 16h31min. Alterada em 24/01 às 16h31min

Não estou dizendo que haverá uma recessão global, mas sim uma crise, diz Lagarde

Em entrevista a CNN, Lagarde falou sobre o risco de não haver acordos globais entre grandes economias

Em entrevista a CNN, Lagarde falou sobre o risco de não haver acordos globais entre grandes economias


FABRICE COFFRINI/AFP/JC
Estadão Conteúdo
A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, afirmou nesta quinta-feira que não prevê uma recessão global, mas alertou para o risco de "uma crise". Em entrevista à rede CNN, Lagarde falou brevemente sobre o quadro no mundo, que aponta para uma perda de fôlego no crescimento econômico.
A autoridade do FMI destacou o risco de não haver acordo entre grandes atores globais como o maior atualmente no cenário, no momento de divergências comerciais entre Estados Unidos e China. Além disso, Lagarde tratou do processo de saída do Reino Unido da União Europeia, o Brexit. Para ela, trata-se de um grande "ponto de interrogação", para o país, o bloco e o mundo todo. A dirigente alertou que a falta de acordo no Brexit teria consequências financeiras negativas, sem entrar em detalhes.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia