Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 18 de janeiro de 2019.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Sistema Financeiro

Edição impressa de 18/01/2019. Alterada em 17/01 às 01h00min

BC submete à consulta regulação contra a lavagem de dinheiro

O Banco Central (BC) decidiu submeter à consulta pública, por um prazo de 60 dias, uma proposta para aprimorar a prevenção à lavagem de dinheiro no País.
De acordo com o BC, os ajustes trazidos pela proposta buscam aperfeiçoar o modelo de abordagem interna de risco das instituições financeiras, alinhando a regulação brasileira às mais recentes recomendações do Grupo de Ação Financeira Internacional (Gafi). 
De acordo com o BC, ao avaliar de forma mais adequada o risco de lavagem de dinheiro em suas atividades, "as instituições poderão implementar controles mais rigorosos para as situações de maior risco".
Assim, conforme a autarquia, a proposta traz a exigência de que as instituições financeiras "adotem procedimentos compatíveis com o grau de exposição ao risco de lavagem de dinheiro, especialmente considerando o perfil dos clientes, dos produtos, dos funcionários, dos parceiros e dos prestadores de serviços terceirizados, que deverão ser classificados em categorias de risco".
Na tarde desta quinta-feira, o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, esteve reunido na sede do BC com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e com o atual presidente do Gafi, Marshall Billingslea.
O Brasil é um dos países que fazem parte do Gafi, mais ainda depende de aperfeiçoamentos para estar totalmente alinhado às melhores práticas internacionais.
A consulta pública está disponível no endereço https://www3.bcb.gov.br/audpub/DetalharAudienciaPage?2. Nesse ambiente, é possível, inclusive, consultar os detalhes da circular proposta pelo Banco Central, com as regras de avaliação de risco a serem adotadas por bancos e instituições financeiras em geral para combater a lavagem e o terrorismo.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia