Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 11 de dezembro de 2018.
Dia do Arquiteto. Dia do Engenheiro.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Gestão

Edição impressa de 11/12/2018. Alterada em 11/12 às 01h00min

Cresce número de empresas que pretendem investir mais em 12 meses, diz FGV

A proporção de empresas que pretendem investir mais nos próximos 12 meses aumentou do terceiro para o quarto trimestre deste ano, informou ontem a Sondagem de Investimentos divulgado pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

Entre o terceiro e o quarto trimestres de 2018, a proporção de empresas que preveem investir mais subiu de 28,3% para 30,7%. Além disso, houve redução da proporção das companhias que preveem investir menos, de 15,3% para 13,3%. Também melhorou o volume de empresas que confirmam a execução do plano de investimentos nos 12 meses seguintes.

No quarto trimestre de 2018, a proporção de empresas certas quanto à execução do plano de investimentos foi de 31%, ficando acima da parcela de 25,9% de empresas que não deram essa certeza. "O saldo de 5,1 pontos porcentuais é o maior desde o primeiro trimestre de 2018 (14,2 p.p.). No trimestre anterior, o saldo havia sido de -4,4 p.p., com proporções de 27,5% e 31,9%, respectivamente", informou o relatório da FGV.

O Indicador de Intenção de Investimentos da Indústria da FGV subiu 4,4 pontos no quarto trimestre de 2018 em relação ao trimestre anterior, para 117,4 pontos, o maior nível desde o primeiro trimestre desse ano (123,7 pontos).

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia