Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 05 de dezembro de 2018.
Dia Internacional dos Voluntários.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Comércio Exterior

Edição impressa de 05/12/2018. Alterada em 05/12 às 01h00min

Receita de embarques de aves e suínos registra queda

Exportações de frango somaram 322,1 mil toneladas em novembro

Exportações de frango somaram 322,1 mil toneladas em novembro


/MAURO SCHAEFER/ARQUIVO/JC

Levantamento da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) mostra que as exportações de carne de frango (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) totalizaram 322,1 mil toneladas em novembro, volume 1% inferior ao de igual período de 2017. Os embarques efetivados no décimo primeiro mês deste ano geraram US$ 527,3 milhões, receita 5,5% menor do que a registrada no ano anterior.

No acumulado de janeiro a novembro, as exportações de carne de frango somam 3,748 milhões de toneladas, volume 6,3% menor que as 3,999 milhões embarcadas em igual intervalo do ano passado. Em receita, o saldo chega a US$ 5,991 bilhões, 10,8% menos do que os US$ 6,712 bilhões obtidos entre janeiro e novembro de 2017.

"Apesar de menor em relação ao mês anterior, o desempenho das exportações de novembro confirma a recuperação do setor no segundo semestre, cujo embarque médio mensal, de 382,2 mil toneladas, é 4,3% superior ao registrado no ano passado", detalha Francisco Turra, presidente da ABPA.

As vendas de carne suína (considerando apenas produtos in natura) chegaram a 51 mil toneladas em novembro, 11,3% a mais que as 45,8 mil toneladas embarcadas no mesmo período do ano passado. Em receita, houve retração de 14,6%, somando US$ 94,6 milhões no décimo primeiro mês de 2018.

No total do ano, as exportações do setor alcançam 501,2 mil toneladas, desempenho 8,7% inferior em relação ao período de janeiro a novembro de 2017. As vendas geraram, em onze meses de 2018, receita de US$ 1,020 bilhão, saldo 25,1% inferior ao resultado de janeiro a novembro do ano passado.

"A demanda chinesa seguiu sólida em novembro, superando em mais de três vezes o fluxo de exportação para o país asiático no mesmo mês do ano passado" analisa Ricardo Santin, diretor-executivo da ABPA.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia