Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 05 de dezembro de 2018.
Dia Internacional dos Voluntários.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

conjuntura

05/12/2018 - 01h00min. Alterada em 05/12 às 01h00min

MTur assina parceria com o Cazaquistão

O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, e o embaixador do Cazaquistão no Brasil, Kairat Sarzhanov, assinaram ontem, em Brasília (DF), um memorando de entendimento para fortalecer as relações bilaterais na área de turismo. A embaixadora do Brasil em Astana, no Cazaquistão, Márcia Donner, e o Secretário-Geral Interino da Ásia e Pacífico do Ministério das Relações Exteriores, Ary Quintella, também participaram da solenidade.
"O objetivo da iniciativa de cooperação é promover o desenvolvimento econômico, cultural, social e sustentável tanto no Brasil como no Cazaquistão por meio do Turismo", destacou Lummertz.
O memorando estabelece o estímulo de parcerias entre associações, organizações, operadores e agências de turismo, entre outros segmentos do mercado de viagens nas duas nações. O documento também incentiva os setores público e privado a investirem no setor, com ênfase no desenvolvimento e na implementação de cooperação técnica, intercâmbio de especialistas do setor de viagens, treinamento em turismo e outros projetos turísticos benéficos para as duas partes.
O embaixador Kairat Sarzhanov considera o turismo um importante setor pelo fortalecimento dos laços diplomáticos entre Brasil e Cazaquistão. "Devemos dedicar especial atenção à expansão das nossas relações em Turismo para aperfeiçoarmos conhecimentos sobre cultura, modo de vida e história de cada país, além de estimular turistas a visitarem uma nação à outra", destacou.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia