Porto Alegre, sexta-feira, 13 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

conjuntura

Notícia da edição impressa de 05/12/2018. Alterada em 05/12 às 01h00min

IPC-S da quarta quadrissemana de novembro recua

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) registrou deflação (queda de preços) em cinco das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV) em novembro. A maior deflação foi observada em Brasília (-0,43%). No mês anterior, a capital federal havia registrado inflação de 0,81%.
O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) registrou deflação (queda de preços) em cinco das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV) em novembro. A maior deflação foi observada em Brasília (-0,43%). No mês anterior, a capital federal havia registrado inflação de 0,81%.
As demais quedas de preços em novembro foram anotadas em São Paulo (-0,36%, ante uma inflação de 0,64% no mês anterior), Salvador (-0,29%, contra inflação de 0,71% em outubro), Recife (-0,23%, ante 0,3% no mês anterior) e Belo Horizonte (-0,04%, contra 0,27% em outubro).