Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 20 de novembro de 2018.
Dia Nacional da Consciência Negra. Dia Universal das Crianças.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

19/11/2018 - 20h03min. Alterada em 19/11 às 20h03min

Dólar cai ante outras moedas fortes, mas avança frente a emergentes em geral

Estadão Conteúdo
O quadro de cautela nos mercados internacionais, em jornada negativa para as bolsas e de queda nos juros dos Treasuries, por exemplo, deixou o dólar em alta diante de moedas de países emergentes e ligados a commodities em geral, mas em baixa em relação ao iene. Além disso, a libra oscilou durante o pregão, mas terminou em alta diante da divisa americana, reagindo ao noticiário sobre a saída do Reino Unido da União Europeia, o chamado Brexit, e o euro também se valorizou.
No fim da tarde em Nova Iorque, o dólar caía a 112,51 ienes, o euro subia a US$ 1,1456 e a libra tinha alta para US$ 1,2856.
O dólar teve movimento típico de um dia de maior busca por segurança, em alta diante das moedas emergentes em geral, mas em queda frente a divisas consideradas ainda mais seguras, como o iene e o franco suíço. Além da queda nas bolsas dos dois lados do Atlântico, esteve em foco as tensões comerciais entre os Estados Unidos e a China, sem sinal de solução próxima à vista.
A libra, por sua vez, oscilou durante o pregão, mas se firmou em alta. Investidores acompanharam, nesse caso, as negociações do Brexit. A premiê do Reino Unido, Theresa May, continuou a buscar apoio por sua estratégia para a saída da UE, enquanto alguns parlamentares britânicos mostravam-se reticentes. May trabalha para conseguir sucesso na empreitada, mas correria ainda o risco de ser alvo de uma moção de censura.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia