Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 31 de outubro de 2018.
Dia das Bruxas.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

varejo

Edição impressa de 31/10/2018. Alterada em 31/10 às 01h00min

Empresários estão mais confiantes, mostra pesquisa

Fim do período eleitoral poderá reduzir as incertezas, avaliou Bohn

Fim do período eleitoral poderá reduzir as incertezas, avaliou Bohn


/FREDY VIEIRA/JC
As expectativas com o movimento das festas de final de ano se refletiram de forma positiva na confiança dos empresários em outubro. O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC), divulgado pela Fecomércio-RS, atingiu 101,9 pontos, registrando alta de 5,1% frente ao mês anterior e uma variação de -1,9% na comparação com o mesmo período do ano passado. "O último trimestre do ano é marcado por uma maior atividade no comércio, o que impacta na confiança dos empresários. Aliado a este período, temos o fim das eleições, que poderá reduzir as incertezas", acredita o presidente da entidade, Luiz Carlos Bohn.
O indicador que mede as Condições Atuais do Empresário do Comércio (ICAEC), e que avalia suas percepções com relação ao momento da economia e do setor, atingiu 74,0 pontos em outubro, com um recuo de 1,6% em relação ao mesmo período de 2017. "No começo do ano tivemos uma leve melhora, mas depois, com a greve dos caminhoneiros, o índice caiu. A partir de setembro, o ICAEC entrou em recuperação e pode crescer nos próximos meses", aponta Bohn. Neste mês de outubro, o indicador de expectativas quanto ao futuro (IEEC) registrou a terceira elevação consecutiva na margem (4,7% frente a setembro), chegando a 136,9 pontos, e apurou uma variação de -5,2% na comparação com 2017.
Outro índice que segue em alta pelo terceiro mês consecutivo é o que avalia os investimentos do empresário do comércio. Em outubro, o IIEC registrou 94,8 pontos, com uma variação de 3,1% na comparação com outubro de 2017. Segundo a pesquisa, os resultados mostram que, apesar de todas as incertezas, as empresas estão se preparando para atender o aumento de demanda comum no final do ano. "As contratações de funcionários, típicos nessa época, têm contribuído para a melhora no indicador. Conforme o resultado das eleições e a agenda aplicada pelo novo governo, este indicador pode continuar crescendo", afirma Bohn.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia