Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 26 de outubro de 2018.
Dia do Trabalhador da Construção Civil. Dia da Democracia.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Tecnologia

Edição impressa de 26/10/2018. Alterada em 26/10 às 00h24min

Caxias cria estrutura para acessar Internet das Coisas

Macedo (C) com integrantes do Trino Polo destaca os benefícios do acesso a IoT

Macedo (C) com integrantes do Trino Polo destaca os benefícios do acesso a IoT


RODRIGO ONZI/DIVULGAÇÃO/JC
Roberto Hunoff, de Caxias do Sul
Caxias do Sul recebeu, nesta semana, três antenas que possibilitarão acesso à tecnologia chamada de "Internet das Coisas" (IoT). As estruturas, viabilizadas pelo Trino Polo, entidade que reúne empresas de tecnologia da informação da região, cobrirão a maior parte da área urbana e possibilitarão que até 30 mil equipamentos possam se comunicar de forma simultânea. Esta ação coloca a cidade no mapa mundial de IoT, monitorado pela organização The Things Network. Entre as cidades brasileiras, Caxias do Sul é a primeira a possuir três equipamentos.
Das três antenas, duas antenas já foram instaladas e garantem a cobertura de aproximadamente 80% da área urbana. A terceira antena será disponibilizada a partir de 23 de novembro, durante o evento Desafio 48h de Inovação, realizado com a proposta de criar e desenvolver soluções para a indústria, varejo e segurança da informação utilizando IoT. A instalação das antenas representa um grande avanço à cidade, pois possibilita que, mesmo equipamentos que estejam em áreas sem acesso à internet tradicional (celular, cabo ou wifi) possam continuar se comunicando em rede. Além disto, é uma plataforma livre, pública e gratuita para uso da comunidade.
Segundo o presidente do Trino Polo, Thiarlei Macedo, a ação envolveu várias empresas associadas ao Trino Polo e está democratizando a tecnologia e o acesso à comunicação de dados para milhares de pequenas empresas de Caxias do Sul, que sozinhas não teriam condições de prover uma infraestrutura tão sofisticada de comunicação. "É um marco de transformação para a cidade se tornar uma cidade inteligente". Para as empresas, a tecnologia possibilita usos como o acompanhamento de transporte de mercadorias, melhoria na logística interna, controles de acesso de funcionários, acompanhamento de projetos e maior eficácia na gestão de produtividade, inclusive envolvendo a relação com o cliente, aspectos já explorados pela indústria 4.0. Ainda existe a possibilidade de economia de energia, segurança, saúde, educação e outros aspectos do cotidiano.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia